Home / Matéria / Lembra dela? Secretário de saúde da "Dançarina da Pizza" vendia atestados médicos

Lembra dela? Secretário de saúde da "Dançarina da Pizza" vendia atestados médicos

O médico Ildemar Cavalcante Guedes, que atua em São José dos Campos, foi flagrado emitindo um falso atestado. O documento garantindo o afastamento do trabalho foi dado para um paciente que não estava doente. Ele pagou R$ 100 pela consulta e gravou a ação.

Em um trecho da gravação do atendimento, que durou sete minutos, o paciente pede um atestado sem estar doente, e o médico afirma que o preço já está incluso no valor da consulta, que é de R$ 100. No atestado consta como doença infecção respiratória – diagnóstico falso discutido entre paciente e médico antes da emissão do documento. O coordenador regional do MBL em São José dos Campos Thomaz Henrique Barbosa, compartilhou o vídeo em suas redes sociais:

Em entrevista, a príncipio Ildemar negou: “Como cobro barato a consulta, porque sou um médico de índole socialista, as pessoas me procuram e eu ajudo as pessoas, mas não vendo atestado” e complementou, dizendo: “O trabalhador brasileiro é uma vítima e, as pessoas que exploram os trabalhadores brasileiros não querem ver ninguém se posicionando a favor do trabalhador”.

No Facebook, o médico ainda tentou se justificar, de acordo com o Portal G1: “Os trabalhadores sempre aparecem com uma história de sofrimento e necessidade para conseguir o atestado. Fico sensibilizado e forneço”.

Ildemar atuou como secretário de Saúde durante o governo da prefeita Ângela Guadagnin (PT), em 1993. Ele foi filiado ao PT até 2004. Ângela ficou famosa quando, durante seu mandato de deputada federal, protagonizou o episódio que ficou conhecido como “Dança da Pizza”, comemorando a impunidade de um colega petista, absolvido pelo conselho de ética da casa.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

ESCÂNDALO: Vereadora do PSOL monta mega-esquema de corrupção e desvio de verba pública, diz site

Segundo noticiou o Diário Nacional, a Vereadora de São Paulo Sâmia Bomfim do Partido Socialismo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *