Home / Notícia / Advogado do PT reclama de condução coercitiva no STF: “Intimidação, medo, susto”

Advogado do PT reclama de condução coercitiva no STF: “Intimidação, medo, susto”

Thiago Bottino, advogado do PT, ocupa a tribuna do STF para dizer que condução coercitiva de investigado representa “intimidação, medo, susto, com a finalidade de criar situação de desamparo psicológico, de reduzir sua resistência para dificultar o exercício do silêncio, de abrir mão de não se incriminar”.

Em seus ataques ao instrumento da condução coercitiva, ele disse que tinha “uma confissão a fazer”: acrescentou que após a liminar de Gilmar Mendes proibindo as conduções, o número de prisões preventivas aumentou.

“A condução coercitiva é usada como substituto da prisão, mas com as mesmas características de prisão.”

Segundo ele, “PF e MP tentam extrair uma confissão de alguém que não tem obrigação de falar”.

A informação é do site O Antagonista.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Greenpeace admite ter colocado mala com falsa ameaça de bomba em comissão que discute o uso de agrotóxicos

Informou o G1: Pouco antes do início da reunião da comissão, destinada à votação do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *