Home / Notícia / Caetano foi vaiado em show após gritar “Lula, Livre” no palco

Caetano foi vaiado em show após gritar “Lula, Livre” no palco

Foi noticiado por um conhecido site petista:

Quando entoa “Força estranha” (de sabidas referências a Roberto Carlos) aí sim, o público canta a plenos pulmões. Sentindo-se mais confiante, Caetano solta um “Lula livre”.

O que se vê é a transformação imediata daquela plateia em fúria, urros, uma vaia estrepitosa como ele só deve ter conhecido no palco do festival da canção, no Maracanãnzinho, quando em setembro de 1968 tentou cantar “É Proibido proibir”. Distingue-se a débil tentativa do grupo jovem que ocupa as primeiras fileiras do teatro, sabe-se lá a custa de quanto sacrifício, para pagar com mesadas os ingressos salgados do show, por isto, em minoria, de reproduzir a palavra de ordem: “Lula livre”. Aqui e ali gritos de: “pega ladrão”, e, ainda, “viva Moro”.

Moreno, no entanto, Caetaneou. Ao final do show, quando de pé o público exigia o bis, voltou ao palco e disparou: “o meu pai já disse e eu vou repetir: “Lula livre”.

Estava de novo, e desta vez mais forte, formada a “força estranha” que impulsiona aquela gente. Vaia, gritos, revolta e, aplausos esquizofrênicos – quer dizer, entusiasmados – no final, para o quarteto.

Na saída, deu para ouvir, de uma senhora com a chapinha em dia e um bem cortado casaco preto, reagir: “o que ele está pensando? Vem levantar bandeira aqui…”

O mais estranho nisso tudo são as pessoas que ainda não entenderam o óbvio: esses artistas estão todos vendidos. São o tipo de “rebelde” que só critica o governo quando é da oposição, que sempre se cala diante da podridão dos aliados. Eles se dedicam de corpo e alma a defender seus amigos, não importa quais sejam, desde que vistam a camisa vermelha.

Quem paga para ir aos shows de Caetane deveria usar esse dinheiro para algo mais útil do que alimentar os luxos elitistas do cantor. Podem até gostar de sua música, mas nunca da pessoa. O povo não aguenta mais isso.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Acredite se quiser: agora Dilma diz que não quebrou a Petrobras

Dilma Rousseff negou que tenha quebrado a Petrobras. Ela disse, segundo a Folha de S. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *