Home / Notícia / Caso fica mais grave: Coronel afirma que assinatura em documento de espionagem no Maranhão foi forjada

Caso fica mais grave: Coronel afirma que assinatura em documento de espionagem no Maranhão foi forjada

O coronel Markus da Silva Lima negou que tenha assinado o documento sobre espionagem de adversários políticos de Flávio Dino. Segundo ele, a assinatura foi usada sem o seu consentimento.

Ele disse para o jornal maranhense O Estado:

“Partiu do CPI [Comando de Policiamento do Interior]. Aí, meu amigo, conversa com alguém do CPI. É assinatura digital, não é do meu conhecimento. Pegaram minha assinatura e colocaram no documento, usando o meu logotipo. Não autorizado por mim, sem meu conhecimento. Mas já estamos apurando.”

Agora ficou mais grave.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Marina diz que vai ter “guerra civil” se as pessoas puderem ter direito de se defender

Marina Silva disse a Folha, UOL e SBT que “a obrigação de combater o crime …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *