Home / Notícia / Caso fica mais grave: Coronel afirma que assinatura em documento de espionagem no Maranhão foi forjada

Caso fica mais grave: Coronel afirma que assinatura em documento de espionagem no Maranhão foi forjada

O coronel Markus da Silva Lima negou que tenha assinado o documento sobre espionagem de adversários políticos de Flávio Dino. Segundo ele, a assinatura foi usada sem o seu consentimento.

Ele disse para o jornal maranhense O Estado:

“Partiu do CPI [Comando de Policiamento do Interior]. Aí, meu amigo, conversa com alguém do CPI. É assinatura digital, não é do meu conhecimento. Pegaram minha assinatura e colocaram no documento, usando o meu logotipo. Não autorizado por mim, sem meu conhecimento. Mas já estamos apurando.”

Agora ficou mais grave.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Ditadura assassina que o PT apoia é denunciada ao redor do mundo

Daniel Ortega já foi um dos heróis míticos da esquerda mundial. Em 1979 ajudou a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *