Home / Notícia / CBF acaba com a festa vermelha e proíbe judicialmente “versão comunista” da camisa da seleção

CBF acaba com a festa vermelha e proíbe judicialmente “versão comunista” da camisa da seleção

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) proibiu a produção e comercialização da versão “comunista” da camisa da seleção brasileira.

Vermelho, com foice e martelo e um escudo da antiga Confederação Brasileira de Desportos (CBD), antigo nome da CBF, o modelo foi idealizado pela designer esquerdista Luísa Cardoso e viralizou nas redes sociais nas últimas semanas.

A entidade máxima do futebol brasileiro entrou em contato com Luísa na última quinta-feira (12), através de uma notificação judicial, explicando que a logomarca da CBD também pertence à CBF. Além de vetar a produção e venda das camisas, a CBF exigiu ainda a retirada do material referente ao produto já publicado nas redes sociais.

Com informações da Gazeta do Povo.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Historiador apela ao bizarro e sugere leis para dificultar saída de jovens craques do país

Enquanto muitos discutem se a torcida “está ou não ligada na seleção” – que estreou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *