Home / Notícia / Comerciante é assassinado por bandidos e seu filho publica um vídeo emocionante criticando defensores de bandidos

Comerciante é assassinado por bandidos e seu filho publica um vídeo emocionante criticando defensores de bandidos

O empresário Antonio Carlos de Oliveira, dono de um mercado, de 56 anos, morreu após ser baleado durante um assalto em frente de sua residência, na noite de sábado (19), em Guaiçara (SP). Um jovem de 21 anos foi preso suspeito de ter atirado contra a vítima.

O filho do empresário, o adolescente Carlos Emanuel, fez um desabafo emocionante em sua página do Facebook.  Em um vídeo, ele diz: “Vocês não sabem a dor que é isso. Só estou falando pra vocês que defendem esses vagabundos. Meu pai era trabalhador e ficou naquele mercado a vida inteira…. Um cara bondoso que nunca fez mal para ninguém”.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Civil, o empresário e a esposa tinham acabado de sair do mercado, quando, ao abrirem a garagem da casa, foram abordados por três homens, sendo um deles armado com revólver.

Os criminosos ameaçaram as vítimas e roubaram o malot com dinheiro e cheques que estava no veículo. Porém, o empresário desceu do carro para ir atrás dos ladrões, mas acabou sendo baleado no peito por um deles.

Ainda segundo a polícia, uma equipe de resgate foi acionada, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser socorrida.

A esposa da vítima informou que o rapaz que atirou contra o marido havia solicitado emprego no estabelecimento.

Após buscas pela área, o suspeito foi localizado na madrugada deste domingo (20) e encaminhado para a delegacia de Lins (SP), onde foi autuado por latrocínio e está à disposição da Justiça. Os outros dois continuam foragidos. O caso foi registrado e seguirá sob investigação.

Veja o vídeo:

As informações são da Republica de Curitiba Online.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Caso fica mais grave: Coronel afirma que assinatura em documento de espionagem no Maranhão foi forjada

O coronel Markus da Silva Lima negou que tenha assinado o documento sobre espionagem de …

4 comentários

  1. silêncio na quebrando o tabu…

  2. Estamos submetidos “ao politicamente correto” e direitos humanos está incluído nessa pauta esquerdista. Temos senadores que defendem com unhas e dentes o principio do direito à vida. A mídia distorce as manchetes: Fulano é morto por policial – mais um caso de violência policial na cidade X, reparem que é sempre o BANDIDO a vitima, é um discurso velado mas que vai tomando lugar nas nossas consciências. Temos que acabar com esse discurso, valorizar a polícia, os professores vitimas de agressão, enfim INVERTER os polos, mudar a legislação e entregar medalhas a quem mata bandido. Simples assim

  3. Mais um trabalhador morto. Enquanto os bandidos continuarem sendo privilegiados com a liberdade, protegidos pelas leis e pelo “direitos dos manos mais pessoas inocentes vão perder a vida. Nossa vida parece não ter valor algum nesse país. Não temos nem o direito à legítima defesa. Isso não pode continuar assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *