Home / Notícia / Deputado peita Mesa Diretora: “Se instalar a CPI, ficará provado que também estava conivente”

Deputado peita Mesa Diretora: “Se instalar a CPI, ficará provado que também estava conivente”

Evair de Melo, do PP do Espírito Santo, disparou no fim de semana mensagens atacando a manobra para instalação da CPI da Lava Jato.

“A verdade: fomos envolvidos em uma das grandes armações que se tem notícia em Brasília. Temos provas concretas de que foi anexada ou omitida uma segunda folha às assinaturas coletadas. Se a Mesa Diretora instalar essa CPI, ficará provado que também estava conivente com essa armação. Brasília é isto: armações o tempo todo. Não faço parte de quadrilha. Meu nome está envolvido por ter confiado naqueles monstros. Errei. Mas sou de uma família e de uma comunidade em que a palavra tem poder e vale. Estou com vergonha e repensando a vida pública. O meu equívoco não me redime das minhas responsabilidades, por isso farei o que for preciso para corrigi-lo, trabalhando ainda mais e trazendo tudo o que sei, conheço e vivi em busca de resultados para ajudar a muitos que, assim como eu, ainda acreditam que a boa política é possível.”

A CPI da Lava-Jato é uma manobra política para tentar travar a operação. O plano maquiavélico é apoiado por diversos partidos, dentre eles o PSOL, que até pouco tempo atrás fingia apoiar a força-tarefa. O claro objetivo disso tudo é manter as tramoias políticas no nível anterior, os políticos querem retomar o controle.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Eliana Calmon diz que Justiça do Trabalho foi aparelhada pelo PT

Eliana Calmon conhece o Judiciário como poucos, e, dentre estes, é a única a se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *