Home / Notícia / Desespero e fúria de Dilma após divulgação da delação de Palocci são reveladores

Desespero e fúria de Dilma após divulgação da delação de Palocci são reveladores

Surpreendida pela notícia de que seu ex-ministro Antonio Palocci fechou acordo de delação premiada com a Polícia Federal, Dilma Rousseff apressou-se em divulgar uma nota. Nela, acusa o ex-companheiro de produzir “peças de ficção” para “agradar aos investigadores” e obter a liberdade.

Os depoimentos de Palocci ainda estão sob sigilo. Mas Dilma supõe que ele tenha repetido coisas que disse a Sergio Moro em setembro do ano passado. O novo delator contou ao juiz da Lava Jato que participou de reunião em 2010, no Palácio da Alvorada, para discutir o financiamento de campanha da então candidata Dilma.

Estavam presentes, segundo Palocci, a própria Dilma, o então presidente Lula e o petista Sergio Gabrielli, que comandava a Petrobras. A conversa girou ao redor da obtenção de propinas para abastecer as arcas da campanha. ”Essa reunião nunca existiu”, sustenta Dilma.

Além de atacar Palocci, Dilma esculhambou os investigadores. Acusou-os de usar métodos análogos aos adotados na época da ditadura. ”A submissão da verdade ao capricho de investigadores obedece à mesma lógica dos inquisidores que cometiam abusos, sobretudo físicos, nos presos, em outros tristes tempos, para arrancar confissões”, diz a nota.

A comparação é tosca. Palocci já foi condenado por corrupção na primeira instância. Está preso há um ano e meio. O plenário do Supremo avalizou a detenção na semana passada. O personagem tornou-se delator por vontade própria. Presta depoimentos na companhia dos seus advogados. Torturada na época da ditadura, Dilma conhece a diferença. Finge-se de boba por conveniência. Abusos ocorreram quando Palocci e seus companheiros delinquiram, não agora.

O texto é de Josias de Souza, do UOL.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

No atual mandato, Congresso já consumiu mais de R$ 820 milhões com despesas de parlamentares

Propaganda do mandato, passagens aéreas, combustíveis, aluguel de escritório, de carro e de avião, combustíveis …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *