Home / Notícia / Empresário que sofreu tentativa de assassinato por petistas pode precisar de nova cirurgia

Empresário que sofreu tentativa de assassinato por petistas pode precisar de nova cirurgia

Agredido em frente ao Instituto Lula na última quinta-feira, em São Paulo, por apoiadores de Lula, o empresário Carlos Alberto Betoni, de 56 anos, continuava internado neste sábado no hospital São Camilo, após ser submetido a uma cirurgia para retirada de um coágulo na cabeça. Segundo boletim médico, seu quadro de saúde é estável, mas “inspira cuidados” e outro procedimento cirúrgico não está descartado. Não há previsão de alta.

A tentativa de homicídio se deu logo depois que o ex-presidente Lula teve sua prisão decretada por Sérgio Moro. Um grupo de cidadãos se manifestou a favor da prisão em frente ao Instituto Lula, onde estavam militantes petistas. Os militantes partiram para cima do homem com violência e o empurraram de propósito para a rua, na direção de um caminhão que passava no local. Ele bateu com a cabeça na lateral do veículo em movimento e caiu no chão desacordado.

Um vídeo mostra o momento da violência:

É importante ressaltar que um dos agressores era não apenas militante, trata-se de Manoel Eduardo Marinho, conhecido como Maninho do PT, que foi vereador e candidato a prefeito de Diadema pelo partido. O segundo suspeito identificado é o filho do político, Leandro Eduardo Marinho. Há também testemunhas que alegam que o senador Lindbergh Farias estava próximo da situação e que ele não teria feito nada para impedi-los. No vídeo, contudo, o senador não aparece.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Historiador apela ao bizarro e sugere leis para dificultar saída de jovens craques do país

Enquanto muitos discutem se a torcida “está ou não ligada na seleção” – que estreou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *