Home / Notícia / Fachin alivia pra Miller e diz em sentença que não há elemento indiciário suficiente pra prisão do ex procurador

Fachin alivia pra Miller e diz em sentença que não há elemento indiciário suficiente pra prisão do ex procurador

Edson Fachin, ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, acatou parcialmente o pedido do procurador geral da República Rodrigo Janot para que ocorresse a prisão de Ricardo Saud, Joesley Batista e Marcelo Miller. Os dois primeiros, executivos da J&F, tiveram a prisão acatada na noite de sábado, 09, e se entregaram na Polícia Federal de São Paulo neste domingo, 10.

Já o pedido de prisão de Marcelo Miller foi rejeitado pelo ministro que declarou, em despacho que ordenava a prisão de Joesley e Saud, que mesmo existindo indícios da conduta criminosa do ex procurador Marcelo Miller eles não seriam suficientes pra uma prisão.

Marcelo Miller atuou durante três anos na Procuradoria Geral da República, na Operação Lava Jato e era considerado “braço direito” de Rodrigo Janot. Deixou a PGR em maio para se juntar a um escritório de advocacia que prestava serviço ao grupo J&F e é acusado de ter ajudado os delatores enquanto ainda atuava no caso na Procuradoria Geral da República.

As informações são da GloboNews.

 

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

PT quer fazer “controle social” do Judiciário

Fernando Haddad segue sua jornada de entrevistas como dublê de coordenador de programa de governo …

Um comentário

  1. Não há elementos indiciários que justifiquem a prisão !!! Uma piada infame !!
    Mas na verdade, o que há mesmo e em excesso é pavor de Marcel Miller abra a bocarra e delate todos, inclusive ele, o ministro fachin que muito estranhamente homologou a acordo espúrio com os freebois” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *