Home / Notícia / G7 condena fraude eleitoral da ditadura venezuelana

G7 condena fraude eleitoral da ditadura venezuelana

Os países do G7, o grupo das sete maiores economias do mundo, e a União Europeia divulgaram hoje um comunicado condenando a ditadura de Nicolás Maduro e a fraude do último domingo (20), que ele chamou de eleição.

“Ao se recusar a aceitar padrões internacionais e ao não estabelecer garantias básicas para um processo democrático, inclusivo e justo, essa eleição e seu resultado não têm legitimidade ou credibilidade”, declararam os governos de Canadá, Japão, Reino Unido, EUA, França, Alemanha, Itália e outros membros da UE.

“Enquanto o regime de Nicolás Maduro solidifica seu controle autoritário, o povo da Venezuela continua a sofrer abusos de direitos humanos e sérias privações”, prossegue o documento.

“Denunciamos a eleição presidencial venezuelana e seu resultado por não serem representativos da vontade democrática dos cidadãos da Venezuela”, diz ainda o texto, que demanda eleições livres e justas e a libertação dos presos políticos.

A informação é do site O Antagonista.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Historiador apela ao bizarro e sugere leis para dificultar saída de jovens craques do país

Enquanto muitos discutem se a torcida “está ou não ligada na seleção” – que estreou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *