Home / Notícia / Globo News pergunta se policiais de folga devem reagir a assaltos e assume que está do lado dos bandidos

Globo News pergunta se policiais de folga devem reagir a assaltos e assume que está do lado dos bandidos

Não chega a ser surpreendente que a Globo News, no caso da policial que matou o bandido que ia assaltar a ela e suas colegas na porta da escola, tenha a tendência de induzir o espectador a ter pena do criminoso. Quem acompanha a programação da Globo nos últimos anos já sabe que há muito tempo a emissora entrou de cabeça na agenda esquerdista.

Dentro de seu quadro, a Globo possui inúmeros artistas, jornalistas e diretores ligados a partidos como PT e PSOL, como é o caso de Fábio Assunção, Letícia Sabatella, José de Abreu e mais recentemente o jornalista Chico Pinheiro. Hoje a emissora deixou mais claro ainda que está contra a população e que prefere ver os bandidos se dando bem.

A pergunta é esdrúxula. Em um país no qual cidadãos comuns estão impossibilitados de portar arma há mais de uma década, e no qual um criminoso pode cometer latrocínio e sair poucos meses depois da prisão – se for preso, é claro – o que cabe é esperar a ação da polícia. Não há sequer outra alternativa.

Além disso, o questionamento é tolo porque seria o mesmo que perguntar se um paramédico deve ou não ajudar alguém ferido fora do horário de serviço. Não é seu dever, fora do horário de trabalho, mas se ele pode fazer e agir pelo bem não há porque não fazê-lo. A policial que atirou no bandido não só protegeu o patrimônio de diversas pessoas como pode ter salvado várias vidas.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

No atual mandato, Congresso já consumiu mais de R$ 820 milhões com despesas de parlamentares

Propaganda do mandato, passagens aéreas, combustíveis, aluguel de escritório, de carro e de avião, combustíveis …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *