Home / Notícia / Há três meses, peritos da PF já tinham avisado sobre os áudios omitidos pela JBS

Há três meses, peritos da PF já tinham avisado sobre os áudios omitidos pela JBS

No dia 4 de setembro o ainda Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, convocou uma coletiva de imprensa para anunciar que as delações da JBS poderiam ser anuladas. Dias depois, o acordo não só seria revisto, como Ricardo Saud e Joesley Batista seriam detidos. Motivo: grampos extras e “acidentais” tinham sido encontrados em meio às provas enviadas pelos delatores.

Três dias depois da coletiva de Janot, a a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais pronunciou-se sobre o caso. De acordo com a APCF, o alerta já havia sido dado três meses antes e foi solenemente ignorado:

Laudos periciais produzidos há cerca de 3 meses pelo Instituto Nacional de Criminalística já indicavam a existência de outros áudios, até então inéditos, que haviam sido apagados dos gravadores, com conteúdo de potencial interesse à investigação. Coincidência ou não, apenas após a Perícia Criminal Federal apontar que havia conteúdo apagado nos gravadores, novos áudios passaram a ser entregues pelos investigados colaboradores.”

Ou seja, Janot deliberadamente se fez de desentendido, e a essa altura fica impossível acreditar que tenha sido algo meramente acidental.

Com informações do portal Implicante.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Acredite se quiser: agora Dilma diz que não quebrou a Petrobras

Dilma Rousseff negou que tenha quebrado a Petrobras. Ela disse, segundo a Folha de S. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *