Home / Notícia / Marina diz que vai ter “guerra civil” se as pessoas puderem ter direito de se defender

Marina diz que vai ter “guerra civil” se as pessoas puderem ter direito de se defender

Marina Silva disse a Folha, UOL e SBT que “a obrigação de combater o crime é do Estado”, que “evoluiu como mecanismo de mediar a força entre pessoas e grupos”.

“Distribuindo armas para a população, vamos criar uma guerra civil”, afirmou a pré-candidata da Rede.

Carlos Nascimento, do SBT, ponderou que o Estado não está cumprindo sua função.

“Mas não vai ser o cidadão que vai fazer Justiça com as próprias mãos. Quem tem de fazer Justiça é o Estado”, insistiu Marina.

Ela pregou a necessidade de um plano nacional de segurança pública, com “valorização dos policiais” e da “inteligência nas abordagens”.

Marina também criticou os governos de outros partidos nessa área.

“Os governos FHC, Lula e Dilma fugiram do problema da Segurança Pública e deixaram os estados à própria sorte. Parece até que a intervenção federal no Rio de Janeiro fez um socorro a Temer, porque ele não conseguiria aprovar a PEC da Previdência.”

Na realidade ninguém vai distribuir armas. Nunca foi dito isso.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

PT quer fazer “controle social” do Judiciário

Fernando Haddad segue sua jornada de entrevistas como dublê de coordenador de programa de governo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *