Home / Notícia / Ministro da Defesa – que é general – diz que “intervenção militar não existe”

Ministro da Defesa – que é general – diz que “intervenção militar não existe”

O ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, se disse incomodado com pedidos feitos por grupos radicais de “intervenção militar já” porque “as Forças Armadas trabalham 100% apoiadas na legalidade, com base na Constituição e sob a autoridade do presidente da República. E esse dispositivo, intervenção militar, não existe na Constituição”, afirmou em entrevista a Tânia Monteiro, no Estadão.

Luna e Silva se disse ainda contrariado com a impressão de que os militares poderiam estar insuflando esses grupos. “O caminho de acesso ao poder é pelo voto. É o único caminho.”

Grupos intervencionistas têm sido cada vez mais frustrados em seus patéticos pedidos. Não há respaldo dentro do Exército para nenhum deles, mas eles permanecem sendo alimentados por teóricos da conspiração e radicais que inventam estórias sobre generais que os apoiarão algum dia.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

PT quer fazer “controle social” do Judiciário

Fernando Haddad segue sua jornada de entrevistas como dublê de coordenador de programa de governo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *