Home / Notícia / Nota / Aliança de Serra com Lindbergh desnuda "amizade" do velho tucanato com o PT

Aliança de Serra com Lindbergh desnuda "amizade" do velho tucanato com o PT

Após selar uma aliança com o senador ultraesquerdista Lindbergh Farias (PT), o tucano José Serra desnuda a velha amizade entre a legenda de FHC e o PT de Lula. Em 78, Lula levou FHC às portas de fábrica e rodou com ele pelo interior do estado defendendo sua candidatura ao Senado pelo Estado de São Paulo. À época, FHC era do MDB, o que posteriormente veio a se tornar o PMDB.

Nesta mesma época, Fernando Henrique e Lula participaram de uma reunião no ABC paulista, com intelectuais e dirigentes sindicais, para discutir o que fazer diante da iminente redemocratização no país. Nesse espaço, discutiram a criação de um partido socialista. Mas a ideia não foi pra frente.  Segundo Eduardo Suplicy, que reuniu Lula e Fernando Henrique diversas vezes em sua casa para discutir o futuro do país e a possível criação de uma nova legenda, ela só não nasceu pelo conflito de liderança entre os dois.

O economista José Serra foi uma das principais lideranças estudantis de seu tempo, presidente da UNE e um dos fundadores da Ação Popular, grupo de esquerda que revelaria os petistas Plínio de Arruda Sampaio e Cristovam Buarque. Serra é amigo pessoal e conviveu por anos no exílio com a economista petista Maria da Conceição Tavares, uma das principais influências intelectuais do Partido dos Trabalhadores e referência particular de Dilma.

O tucano Aloysio Nunes, vice de Aécio Neves na última eleição, foi membro da Ação Libertadora Nacional (ALN), organização guerrilheira liderada por Carlos Marighella – era seu motorista e guarda-costa. Aloysio realizou inúmeros assaltos à mão armada em nome da revolução socialista.

Alberto Goldman, ex-governador tucano de São Paulo, teve uma educação marxista. Foi membro do clandestino PCB durante a ditadura.

José Aníbal, uma das figuras mais proeminentes do PSDB paulista, foi amigo de adolescência de Dilma Rousseff, com quem estudava matemática depois das aulas, e seu parceiro na Organização Revolucionária Marxista Política Operária, também conhecida como POLOP. Aníbal foi um dos fundadores do PT, antes de ser presidente do PSDB. As informações são do site Spotniks.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Defesa de Joesley quer peitar Raquel Dodge e pedir manutenção do acordo de impunidade

Informou o jornalista Lauro Jardim: A defesa de Joesley Batista já está montando um documento para convencer …

Um comentário

  1. Não vejo muitas diferenças entre os ptralhas e as cúpulas do PSDB, ambos fazem partes do Foro de SP.
    O SOCIALISMO E O COMUNISMO SÃO O CÂNCER DO BRASIL!
    BOLSONARO PRESIDENTE EM 2018!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *