Home / Notícia / Nota / Clara Averbuck ameaça com processo pessoas que a criticam na Internet

Clara Averbuck ameaça com processo pessoas que a criticam na Internet

A feminista Clara Averbuck, que alega ter sido estuprada por um motorista da UBER, está dando chilique por conta de seus críticos na internet. Ela alega que vai processar aqueles que botam em dúvida a sua história.

O único problema é que Clara, apesar de ter relatado o suposto abuso que sofreu, não tem absolutamente nenhuma evidência do ocorrido e ainda se negou a registrar queixa na polícia, mesmo que existam delegacias especializadas para estes casos.

Há um bom tempo, na Rússia, era muito comum que pedestres se jogassem na frente dos carros para arrancar indenização em processos. Para se livrar do problema, motoristas passaram a usar câmeras dentro de seus carros a fim de comprovar judicialmente que não foram responsáveis pelos atropelamentos. Será que os motoristas de Táxi e Uber no Brasil terão de começar a fazer o mesmo?

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Gleisi diz que Lula “vai ganhar eleição preso”… então porque esperneiam tanto?

Em mais um ridículo discurso no Senado, Gleisi Hoffmann afirmou que a Globo (sempre ela) …

9 comentários

  1. Precisa ser corajoso pra encarar esse bagulho

  2. Nossa vocês do MDL chegaram tão baixo nível de hipocrisia. Ela foi violentada ficou cheio de hematoma estrupo não é só com penetração . Agora só porque foi falado na empresa que financia vocês então vocês questiona . Busca o lado humano.

  3. Todos cantando:

    “Um, dois, três dedozinhos
    Quatro, cinco, seis, dedozinhos.
    sete, oito, nove dedozinhos,
    Dez e bateu no poste.

    Chamou no aplicativo “um Uberaldo”
    Quando entrou no carro o acusou
    Mesmo estando bêbada e indefesa
    Jura que se lembrou…”

    • 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂
      Li cantando!!!!!!

  4. Da mesma forma que a jornalista acusa sem provas, o que leva as pessoas a fazerem ilações a respeito do condutor do veículo e do serviço pode-se de outro lado, inferir que ela está levando algum dos representantes dos taxistas para detonar o outro serviço ou não

  5. nao sei se esse e o caso, mas falsas denuncias de estupro ,so dificulta muito mais para as verdadeiras vitimas

  6. Se não houver prova, exame médico atestando penetração não consensual, o motorista não cometeu crime, somente depois das provas, o motorista pode ser acusado, julgado e punido.
    Para mim, neste momento quem está cometendo crimes de calúnia, difamação e injúria é a Clara.

  7. Ela deve achar que o Judiciário é a casa da mãe Clara, digo, Joana. Será que conhece a figura da litigância de má-fé?

  8. Eduardo Araújo

    Ué!

    A militante hipócrita (=esquerdista) passou a crer no “sistema”???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *