Home / Notícia / Nota / Extrema-esquerda usa carta de apropriação cultural para perseguir Anitta por uso de tranças em clipe

Extrema-esquerda usa carta de apropriação cultural para perseguir Anitta por uso de tranças em clipe

A palhaçada da extrema-esquerda racista voltou a tona após o novo clipe da cantora Anitta, que “ousou” aparecer usando tranças no cabelo. Os racistas do movimento negro do apartheid a estão acusando de “apropriação cultural”.

Além de comentários no Twitter, o patético portal Catraca Livre do também patético Gilberto Dimenstein comentou o caso:

ScreenShot_20170822114136.png

Veja alguns dos comentários racistas contra a cantora no Twitter:

https://twitter.com/Raiiy/status/899647479645327360

Homens como Martin Luther King lutaram pelo fim da segregação racial, brigaram e se arriscaram verdadeiramente pela igualdade de direitos e pelo respeito às diferenças. Agora, anos depois, surgem movimentos escroques com a finalidade de criar uma nova forma de segregação racial.

Ademais, vale dizer, Anitta é claramente mestiça, está longe de ser uma caucasiana “pura”. A miscigenação é a marca registrada do Brasil, essa discussão sequer faz sentido por aqui.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Raquel Dodge diz o óbvio: “O que aconteceria se todo preso se anunciasse pré-candidato?”

Ao pedir a investigação de Rogério Favreto, na noite de ontem, a procuradora-geral da República, …

14 comentários

  1. Hum.. Então o movimento afro está dizendo que tem coisas de branco e coisas de preto e que não podemos misturar as coisas… hum…

  2. O negão esquerdista lutador de judô pode usar quimono sem apropriar da cultura japonesa? Agora tô na dúvida…

  3. Se for assim os negros também fazem apropriação quando usam ternos e sapatos, locomovem-se de carros, ônibus etc, usam armas de fogo, ata bobagem pois na verdade somos todos é da raça humana
    ,

  4. Por um mundo onde so haja humanos. sem distinçao de raça, credo ou cor

  5. Palhaçada!
    E quando as negras alisam os cabelos, tb é apropriação cultural?
    Me poupe, isso tem nome: falta do q fazer.

  6. Apropiaçao cultura – mais uma invençao de quem nao tem o que fazer.
    Pensando por esse prisma, os afro-descendentes nao poderiam usar calça jeans, tenis, carro, celular, etc. Pq nao foi nenhum povo africano q descobriu esses itens…
    Infelizmente, ao inves de usar o tempo pra produzir coisas boas, as pessoas perdem tempo criando barreiras e achando defeitos nos outros

  7. Esses são os mesmos que “lutam” pelo fim do racismo. Você endoida quando experimenta entender a lógica dessas pessoas.

  8. 1) Ao invés de deduzir erradamente que alguém está se apropriando de – ou seja, roubando – adereços e penteados supostamente originários da cultura africana, por que não imaginar que a pessoa está fazendo uma homenagem, e não uma “apropriação cultural”? Afinal, ninguém é obrigado a usar uma vestimenta ou um enfeite que odeia.
    Por outro lado, quem garante que determinados adereços, vestimentas, objetos, penteados de cabelo e manifestações culturais e artísticas sejam de fato exclusivos da cultura africana? Há uma grande possibilidade de ter havido uma assimilação cultural de outros povos por parte de africanos.
    Quem estudou um pouco de História sabe que não existe a “pureza cultural e artística”. Povos dominantes acabam absorvendo e assimilando parte da cultura, artes, conhecimento e costumes dos povos dominados ou do passado.
    2) “Apropriação cultural” ou “roubo” de elementos culturais de um povo (notadamente o africano), é um termo recente, criado por paranóicos ignorantes da extrema esquerda.
    OBS: Não existe “o povo africano”; são vários povos africanos.
    3) O que tem ocorrido desde o surgimento do homem é a assimilação da cultura de outros povos.
    – A religião monoteísta dos hebreus (em contrapartida ao politeísmo egípcio e mesopotâmico) influenciou os criadores do cristianismo e islamismo.
    – Os persas acreditavam na vida após a morte e na volta do messias, assimilados posteriormente pelo cristianismo e judaísmo.
    – O alfabeto fenício – que foi melhorado por gregos e romanos – é o alfabeto usado pelos povos ocidentais.
    – Sem o antropocentrismo, a filosofia e o racionalismo dos gregos, os homens estariam até hoje agindo como zumbis adoradores de deuses ou animais instintivos que não raciocinam, e portanto não questionam.
    Pode-se citar também os jogos olímpicos e o teatro gregos, assimilados pelos povos do mundo.
    – A civilização helenística era a fusão das culturas grega e oriental (persa e egípcia).
    Com a conquista do Império de Alexandre da Macedônica por Roma, todo o conhecimento helenístico foi assimilado pelos romanos.
    – Principais contribuições romanas que foram assimiladas, difundidas e modificadas por outros povos: o Direito Romano (base da maioria dos direitos dos povos ocidentais) e o latim (origem das línguas portuguesa, espanhola, francesa, italiana, entre outras).
    4) Enfim, desde que se reuniu em grupos nos tempos remotos, o ser humano tem realizado a absorção e assimilação do conhecimento técnico-científico, da cultura artística e dos costumes de vários povos.
    É essa incessante e interessante mistura que resultou naquilo que as pessoas são hoje, em 2017, e certamente serão melhoradas pelos seres humanos de 4017, 7017 e 9017.
    Sem a assimilação cultural, o planeta seria formado por milhares de guetos fechados, xenofóbicos e racistas.
    Um mundo muito chato, não é mesmo?

    • Gin Paraná Diana

      Parabéns! Muito bem exposto

    • Helmiro de Almeida

      Seu comentário diz tudo que precisava ser dito sobre a famigerada apropriação cultural, parabéns! Quanta idiotice a ignorância provoca! Se nāo acontecessem as influências culturais ao longo da História onde estaríamos? Se um cacique usar um tablet ou smartphone, está fazendo algo errado? Nāo! Isso é maravilhoso!

  9. Vão me dizer que uma pessoa não tem liberdade nem para fazer tranças no próprio cabelo? Qual o problema dessa galera? Será que pelo fato deles estarem definindo um penteado como algo partícular e restrito a uma cultura ou etinia específica não faz com que eles sejam racistas? Falta miolo na cabeça dessa galera! A ignorância e a intolerância caminham de mãos dadas! Temo que um dia pessoas que fazem esses tipos de críticas e comentários conquistem um cargo de representatividade política.

  10. uma pergunta: alisar cabelo não seria apropriação cultural causasiana?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *