Home / Notícia / Nota / Funkeira rompe casamento e dispara: "é impossível ser feminista e casada"

Funkeira rompe casamento e dispara: "é impossível ser feminista e casada"

A funkeira MC Carol, ícone do feminismo contemporâneo, está solteira. Nesta segunda-feira (7), ela usou sua conta no Instagram para anunciar que chegou ao fim seu casamento com Alexsandro Oliveira, com que esteve casada por 9 anos. Veja aqui.

Na publicação, a funkeira disparou: “Ser uma mulher independente, feminista e casada, É IMPOSSÍVEL! 9 anos n seram apagamos, mas estou preparada para andar só e focar na minha nova carreira de atriz.” (sic).

No funk “Vou Largar de Barriga” a suposta cantora, referência para o movimento feminista brasileiro, canta os seguintes trechos:

“Te meto atras das grades, eu destruo sua vida
Se largar de barriga, se largar de barriga
Eu vou na Maria da Penha, vou no batalhão
Não adianta tu fugir, tu vai pagar pensão”

E continua, em seguida:

“Vou te processar botar seu nome na justiça
Vou chamar o advogado, te acuso de agressão
Conto umas historinhas pra te ver no camburão
Conto mentira pros meus pais pra conseguir tudo o que eu quero
Roubei o seu caráter, te joguei no inferno
Estourei a camisinha sou esperta pra caralho
Ganhei na justiça, te dei golpe de estado […]

Você me engravidou, pra mim tá tudo bem
Agora eu vou tirar tudo o que você tem”

Outros “sucessos” da funkeira são hits como ‘Pirocão’, em que fala de um “novinho” de 15 anos, e ‘Tô usando crack’, onde afirma que o crack é “mais light” que a maconha.

 

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Gleisi diz que Lula “vai ganhar eleição preso”… então porque esperneiam tanto?

Em mais um ridículo discurso no Senado, Gleisi Hoffmann afirmou que a Globo (sempre ela) …

4 comentários

  1. Celeste Marques

    Que beleza ser feminista assim, dando golpe da barriga pra ganhar pensão! Kkk

  2. Pode ser do tamanho que for mas não passa da metade.

  3. Meu vocabulário de adjetivos negativos não há qualquer palavra para descrever o nível de pessoas assim.

  4. Eduardo Araújo

    A letra citada é tão bela e coerente como a sua intérprete …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *