Home / Notícia / Nota / Novo ditador cubano, eleito sem concorrência, é chamado de “presidente” por parte da imprensa

Novo ditador cubano, eleito sem concorrência, é chamado de “presidente” por parte da imprensa

As manchetes não costumam dar conta da realidade, especialmente quando o assunto é Cuba. Portais como G1 e Veja noticiaram a “eleição” de Miguel Díaz-Canel Bermúdez, sucessor de Raúl Castro no comando da ilha, chamando-o de “novo presidente”.

Acontece, no entanto, que Díaz-Canel não foi eleito de verdade. Não houve uma eleição de verdade também. Ele era o único candidato, do único partido e foi escolhido como sucessor pelo próprio ditador atual.

Presidência é um posto que existe em democracias e repúblicas. Cuba não tem presidente, tem um tirano!

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Raquel Dodge diz o óbvio: “O que aconteceria se todo preso se anunciasse pré-candidato?”

Ao pedir a investigação de Rogério Favreto, na noite de ontem, a procuradora-geral da República, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *