Home / Notícia / Nota / Petistas desrespeitam os verdadeiros presos políticos por todo o mundo só para defenderem o condenado

Petistas desrespeitam os verdadeiros presos políticos por todo o mundo só para defenderem o condenado

No Brasil já houve presos políticos, no período da Ditadura Militar, que durou 21 anos. Países como Chile e Rússia (ex-URSS) já passaram por isso. Ainda hoje há presos políticos no mundo, especialmente em países como Cuba, Venezuela ou Coreia do Norte. No entanto, no Brasil de hoje, isso não existe.

Hoje o Brasil é uma democracia, e ao contrário do que se sugere frequentemente, é quase impossível prender alguém por aqui até mesmo quando há crime cometido e evidências que o comprovem.

Lula, obviamente, não é um preso político. Ele teve julgamento em duas instâncias, teve mais de uma dezena de recursos apresentados pela defesa, teve direito a depor, foi ouvido, e só depois de muito tempo é que saiu uma sentença que segue os preceitos da nossa Constituição. Atualmente ele está preso em uma “cela” aconchegante, que nem bem é uma cela, mas uma sala, no prédio da Polícia Federal. Nem mesmo está no presídio como ficam os presos comuns.

Fato é que qualquer cidadão comum no lugar de Lula, com as acusações que se tem contra ele, teria sofrido uma prisão preventiva há tempos. Não teria sobrado espaço para declarações públicas, discursos e toda a chicana que os petistas fizeram e ainda fazem. Quem ainda o chama de preso político está não só tentando fazer todos de bobo, mas também está desrespeitando a memória das vítimas da ditadura e todos aqueles que hoje sofrem de verdade com este problema.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Raquel Dodge diz o óbvio: “O que aconteceria se todo preso se anunciasse pré-candidato?”

Ao pedir a investigação de Rogério Favreto, na noite de ontem, a procuradora-geral da República, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *