Home / Notícia / Nota / Petistas dizem ato pró-Lula de ontem foi o maior após prisão. Sinal de que a coisa está feia

Petistas dizem ato pró-Lula de ontem foi o maior após prisão. Sinal de que a coisa está feia

Segundo o Blog da Cidadania, do ultra petista Eduardo Guimarães, disse que o ato pró-Lula realizado ontem, no Dia do Trabalhador, foi o maior desde a prisão do petista.

Os grandes atos políticos de esquerda brasileira costumam respeitar uma espécie de esboço pré-programado.

Na tentativa de seguir o rito das pequenas assembleias baseadas no centralismo democrático leninista, onde todos devem falar, mesmo os representantes das correntes minoritárias e numericamente inexpressivas têm direito a usar o microfone, ainda que por poucos segundos.

Discursam representantes do movimento estudantil, de sindicatos, lideranças comunitárias e assim por diante, em uma ordem clara, ainda que não explicitada de importância. De praxe, fecha-se o evento com a figura mais proeminente. Sempre que presente, essa figura era o ex-presidente Lula.

A ordem natural foi mantida, ainda que sem Lula, nesta terça-feira (1), na comemoração unificada do Dia do Trabalho, em Curitiba.

Se ato de ontem foi o maior, então é sinal de que a coisa está feia. Além dos pelegos de sempre, a movimentação consistiu em ser praticamente imperceptível. É pouco para quem prometeu tocar fogo no país.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Raquel Dodge diz o óbvio: “O que aconteceria se todo preso se anunciasse pré-candidato?”

Ao pedir a investigação de Rogério Favreto, na noite de ontem, a procuradora-geral da República, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *