Home / Notícia / Nota / Ultra Fake News: Jornalista da Veja, Paula Sperb publica 13 mentiras para atacar MBL no caso da exposição "Queermuseu"

Ultra Fake News: Jornalista da Veja, Paula Sperb publica 13 mentiras para atacar MBL no caso da exposição "Queermuseu"

A Revista Veja resolveu escalar na prática de “fake news” e convocou a jornalista Paula Sperb – que milita em favor da extrema esquerda – para fazer uma matéria simulando que o MBL teria “censurado” a “Queermuseu”.

Porém, aplicamos um fact checking na matéria e encontramos 13 mentiras clamorosas, que vão abaixo.

#01 – Dizer que “foram fechadas as portas de uma mostra em Porto Alegre que celebrava a diversidade”

A diversidade não era o tema da Queermuseu, que era dirigida a um público específico. Não há problema em pessoas adultas gostarem de obras de sacanagem e pornografia, mas chamar isso de “diversidade” é gozação. A exposição era dirigida a um público limitado, logo não poderia celebrar a diversidade.

#02 – Dizer que MBL não deixaria que a obra “Leda e o Cisne” pudesse ser lançada

O texto escrito por Paula Sperb é claro: “Se dependesse da régua ética do MBL, que na semana passada saiu clamando nas redes sociais o boicote de uma exposição de arte brasileira contemporânea em Porto Alegre, sob a alegação de uma suposta celebração da pedofilia, a obra-prima de Leonardo da Vinci que aparece no início desta reportagem – Leda e o Cisne – jamais viria à luz. O MBL gritaria contra”.

Contatamos vários integrantes do MBL e todos deram risada dessa afirmação, pois não moveriam uma palha contra a bonita pintura “Leda e o Cisne”, que é tão ingênua quanto o filme “Ladyhawke, o Feitiço de Áquila”, que era dirigido a um público infanto juvenil. A mentira de Paula Sperb aqui se baseou na implantação de falsos motivos. Bastaria que ela tivesse feito jornalismo de verdade e questionasse o MBL se eles teriam algo contra a obra “Leda e o Cisne”. Mas ela simplesmente inventou a informação. Os membros do MBL também disseram que nada fariam contra o lançamento das obras do Queermuseu.

#03 – Dizer que as obras “provocaram ódio”

A jornalista Paula Sperb não conseguiu nenhuma comprovação das sensações dos integrantes do MBL ao criticar o uso da exposição para crianças e a utilização de verbas públicas. Ela não sabe se as pessoas escreveram posts calmas ou estressadas. Ela inventou mais essa notícia.

#04 – Afirmar que a pressão foi “feroz” para que o Santander decidisse cancelar a exposição

A frase de Paula Sperb é clara: “Nada como a pressão feroz das redes sociais para tamanha epifania de conveniência [cancelar a exposição]”. Mas aqui temos uma informação inventada. Tecnicamente, quem está boicotando tende a estar em situação de maior tranquilidade e menos ferocidade do que aquele que está sofrendo boicote.

#05 – Criar uma falsa associação entre comemoração do sucesso de um boicote com censura

Observe este trecho totalmente contraditório: “Kim Kataguiri, um dos líderes do MBL, recusa a pecha de censor. Diz ter feito legítima pressão, multiplicado o descontentamento. De fato, quem fechou a exibição foram os organizadores do evento, que num passe de mágica inverteram o raciocínio original. Mas os militantes do MBL bradaram vitória nas redes sociais – e seguem pedindo boicote à instituição financeira, como, aliás, também o fazem grupos da militância contrária, descontentes com o recuo do Santander”.

Se os militantes do MBL comemoraram vitória nas redes, isso ainda não comprova a censura, a não ser que só atos de censura pudessem resultar em comemoração. A jornalista se perdeu toda. Aliás, se a militância de extrema esquerda também fez boicote, por que ela não chamou isso de censura? O texto de Paula parece até algo resultante de surto histérico.

#06 – Divulgação da falsa informação de que a Promotoria da Infância e da Juventude “nada encontrou de errado”.

Paula Sperb escreve: “A Promotoria da Infância e da Juventude, que foi conferir as peças depois das acusações, nada de errado constatou”.

A mentira é vergonhosa, como pode ser vista neste post de Marcel Van Hattem:

#07 – Invenção de que o MBL não queria que a exposição de arte permanecesse aberta

Ela escreve: “O que a diatribe conservadora não percebeu é que é possível atacar a pedofilia e a zoofilia e ao mesmo tempo defender o direito de uma exposição de arte permanecer aberta”.

O direito da exposição de arte permanecer aberta não foi atingido em um momento sequer. Sendo uma exposição respeitando a classificação etária e sem receber dinheiro da Lei Roaunet, provavelmente seria ignorada da mesma forma que se ignoram obras obscuras de diversos tipos.

#08 – Dizer que “não buscar compreender os valores de uma obra de arte e rejeitá-la” é autoritarismo

Aqui Paula Sperb cita Umberto Eco, que teria dito que é possível compreender os valores de uma obra de arte e ainda assim contestá-la enquanto arte. Mas daí a jornalista diz que não fazer isso é “autoritarismo”. Observe o que ela escreve: “Empurrar o raciocínio de Eco para debaixo do tapete, única e simplesmente para evitar o debate, criando um comportamento monolítico é postura inaceitável e, sobretudo, autoritária”.

Aqui ela mente sobre o que significa autoritarismo, que não tem nada a ver com posturas de rejeição a arte. Alguém pode nem sequer discutir um tipo de arte por não gostar do estilo, ou do modo como a arte é feita. Há quem não assista filmes musicais de jeito algum, por exemplo. Se essa pessoa souber que um musical é um pornô e está direcionado à sua filha pequena, pode pedir que a classificação etária seja aplicada. Não há autoritarismo algum nisso.

Em tempo, Paula Sperb diz que esse tipo de atitude é inaceitável. Mas o termo “inaceitável”, neste contexto, é autoritário.

#09 – Falsa comparação com um caso de 1917 em uma Galeria de Paris

Ela diz: “Em 1917, uma mostra de Amadeo Modigliani numa galeria de Paris foi interrompida depois de um único dia, porque alarmistas conservadores que diziam querer uma ‘França Livre’ se incomodaram com os nus expostos. A polícia foi chamada e as telas mais evidentes, escondidas”.

Não foi chamada a polícia agora. Logo, ela usou uma falsa comparação.

#10 – Dizer que ninguém veria as obras de Modigliani se não fossem “olhos treinados pelo MBL”

Ela segue no deírio: “Os olhos que há 100 anos enxergaram pornografia – um século atrás, antes, portanto de Coco Chanel, Marilyn Maonroe, Brigitte Bardot, Bob Dylan, Beatles, Mick Jagger, a revolução sexual e Michael Jackson – hoje nada veriam a não ser que fossem olhos treinados pelo MBL”.

A mentira de Paula Sperb é tão grotesca que se ela tivesse investigado o MBL saberia que um de seus coordenadores já usou o rótulo “direita transante”. Dificilmente encontraríamos ali alguém que se incomodaria com obras de Modigliani. Para muitos, seria algo do tipo “não fede nem cheira”.

#11 – Dizer que os eventos relacionados à censura são semelhantes ao boicote

Segundo Paula Sperb, a saída para o ocorrido deve ser aprendida “com eventos semelhantes”. Porém, não há semelhança alguma nos exemplos citados por ela, nos quais ocorreu censura em vez de apenas boicote da sociedade civil organizada.

#12 – Bater pezinho para dizer que é censura porque… porque ela quer, oras

Ela segue: “A única resposta contra a censura à arte é mais arte”. Ela não conseguiu ainda provar que boicote é igual a censura.

#13 – Esconder a violência contra o MamãeFalei; isto sim, um ato de censura e, além disso, agressão

Ela conclui a matéria dizendo: “Em meio a protestos com militantes antimostra e anticensura que terminaram na repressão policial com gás de pimenta, réplicas dos quadros vetados, sobretudo os mais agressivos eram orgulhosamente apresentados do lado de fora do Santander Cultural”.

Ela escondeu o fato mais relevante desse dia, que foi a agressão violentíssima contra Arthur, do MamãeFalei, que culminou na demissão de um professor do Anglo que o agrediu. Aliás, a agressão selvagem começou porque a extrema esquerda travou ao não conseguir explicar porque boicote seria igual à censura. Em tempo não é possível existir um manifestante “anticensura” quando não existe censura. Isto poderia configurar uma 14ª mentira, mas como estava junto com outra na mesma frase, até damos um desconto para Paula Sperb, e a contagem das mentiras fecha em 13.

Reveja o vídeo:

A Revista Veja inovou na arte de publicar “fake news”. 13 mentiras em uma matéria curta é praticamente um novo recorde. Ao que parece, a publicação está selecionando mitômanos para suas fileiras.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Vídeo de criminoso sendo alvejado por PM bomba nas redes sociais

O assunto mais comentado deste fim de semana foi a tentativa frustrada de assalto ocorrida …

47 comentários

  1. Isso tudo se resume em falta de respeito. Em distinguir que o seu direito vai até onde começa o direito do outro.

  2. A partir de hoje estou boicotando os falsos liberais do MBL.

  3. David, se o seu intento era o de se equiparar ao Bruno, parabéns, conseguiu. Tudo o que você escreveu não é uma resposta, é apenas agressão e ódio gratuito contra a minha pessoa.

    • Ódio é o seu, seu canalha. Cadê o suposto ódio? Onde eu mando discriminar toda uma classe social como faz marilena chaui? Ou incitar fuzilamentos e genocídios como mauro iasi?

    • Por que o betoquintas não copia e cola e põe entre aspas o suposto ódio? A é por que não existe. Não cuspa nas verdadeiras vítimas de ódio, você é um safado. Você apoiou a agressão ao Arthur do MamãeFalei.

    • Quem agrediu foi você, betoquintas ao mentir e ser cara de pau. Não cuspa nas verdadeiras vítimas de agressão ao alegar que o que eu disse foi agressão. O Betoquintas fez foi comprovar o que eu disse.

    • Não adianta usar cd arranhado seu papagaiozinho de extrema esquerda. Vira seu disco.

  4. Que bosta esse texto! MBL um bando de histéricos, hipócritas e falsos moralistas. E ainda por cima ignorantes e intolerantes.

  5. Se mantiver esse tipo de jornalista e fale news a veja é quem merece o boicote da população brasileira.

  6. A diferença entre o que chamam de “arte moderna” e uma obra de Michelangelo, por exemplo. É que ninguém vai a Florença ver o pinto de Davi.

  7. O que dói é ver uma “direita” tratando isso como uma discussão sobre assunto trivial e concordando com a extrema esquerda que arte da queermuseu é a mesma das obras nos museus europeus e que está errado nos sentirmos ofendidos por ela. Não percebem a guerra cultural que está por trás disso. Por fim, acho que quem define o que é arte é o consumidor dela e não o artista.

  8. #13: “Ela escondeu o fato mais relevante desse dia, que foi a agressão violentíssima contra Arthur, do MamãeFalei, que culminou na demissão de um professor do Anglo que o agrediu. Aliás, a agressão selvagem começou porque a extrema esquerda travou ao não conseguir explicar porque boicote seria igual à censura.”

    Non sequitur. O Arthur, membro do MBL e vlogueiro, mostra como são covardes. Provoca, provoca e quando alguém perde a paciência, ele se esconde atrás da PM. Eu estou aguardando o repúdio do MBL [ou o seu] diante da violência cometida [ou incentivada] por indivíduos da “direita”.

    • Sua seita desde que foi criada, só conhece o argumento da violência e de acusar o outro do que ela faz. Um único sujeito, sozinho, armado de uma câmara e de sua boca para fazer perguntas. É agredido por vários sujeitos (em grupo) e você chama o cara de covarde ? violência cometida ou incentivada por indivíduos da direita ? Essa cartilha não cola mais, pelo menos por aqui. Vai chorar na sua igreja que fica lá do outro lado do mundo.

    • “#13: “Ela escondeu o fato mais relevante desse dia, que foi a agressão violentíssima contra Arthur, do MamãeFalei, que culminou na demissão de um professor do Anglo que o agrediu. Aliás, a agressão selvagem começou porque a extrema esquerda travou ao não conseguir explicar porque boicote seria igual à censura.”

      Non sequitur. O Arthur, membro do MBL e vlogueiro, mostra como são covardes. Provoca, provoca e quando alguém perde a paciência, ele se esconde atrás da PM. Eu estou aguardando o repúdio do MBL [ou o seu] diante da violência cometida [ou incentivada] por indivíduos da “direita”.

      O arthur até fala com o MBL ou é ligado ao MBL, mas membro ele pelo o que eu sei não é. Parceria não significa ser membro. Covardes são vocês da extrema esquerda que apoiam ditaduras e praticaram os maiores genocídios da história.

      Está confessando que apoias agressão? Então você apoia agressão? Aliás, você repudiou isso abaixo? Claro que não e ainda chegou a inventar a desculpa esfarrapada de “a é que tem contexto”.

      “A lei, a moral, a religião são preconceitos burgueses, atrás dos quais se ocultam outros tantos interesses burgueses.” (Marx)
      “O comunismo, porém, abole as verdades eternas, abole a religião e a moral” (Marx)
      “A moral, é a impotência colocada em ação” (Marx)
      “Justo é o que favorece a Revolução e injusto é o que dificulta” (Lênin)
      “Subordinamos nossa ética à tarefa da luta de classes” (Lenin).
      “O melhor revolucionário é um jovem desprovido de toda moral” (Lênin)
      “É necessário saber adaptar-se a tudo, a todos os sacrifícios e até, se necessário for, usar vários estratagemas, enganos, procedimentos ilegais, usar o silêncio, a dissimulação da verdade para penetrar nos sindicatos, permanecer neles, desenvolver neles a qualquer custo o embrião comunista.” (Lênin)
      “Invocar em nossos dias as “verdades eternas” da moral significa tentar fazer retroceder o pensamento.” (Trotsky)
      “Quem não quiser voltar a Moisés, Cristo ou Maomé, nem satisfazer-se com um ecletismo arlequinesco, deve reconhecer que a moral é um produto do desenvolvimento social; que ela não tem nada de imutável; que serve aos interesses da sociedade; que esses interesses são contraditórios; que, mais que qualquer outra forma ideológica, a moral tem um caráter de classes.” (Trotsky)
      “Não existem, então, preceitos morais elementares elaborados pelo desenvolvimento da humanidade e indispensáveis à vida de qualquer coletividade? Existem, sem dúvida, mas sua eficácia é muito incerta e limitada. As normas “obrigatórias para todos” são tanto menos eficazes quanto mais áspera se torna a luta de classes. A guerra civil, forma culminante da luta de classes, suprime violentamente todos os laços morais entre as classes adversas.” (Trostky)
      “As normas morais “obrigatórias para todos” adquirem, dentro da realidade, um conteúdo de classe, isto é, um conteúdo antagonístico. A norma moral é tanto mais categórica quanto menos é “obrigatória para todos”. A solidariedade dos operários, especialmente nas greves ou por detrás das barricadas, é infinitamente mais “categórica” que a solidariedade humana em geral.” (Trostsky)
      “O fim (a democracia ou o socialismo) justifica, em certas circunstâncias, meios como a violência e o homicídio.” (Trotsky)
      “Do ponto de vista das “verdades eternas” a revolução é, naturalmente, “imoral”. Mas isso significa apenas que a moral idealista é contra-revolucionária, isto é, encontra-se a serviço dos exploradores.” (Trotsky)
      “O juízo moral está condicionado, como o juízo político, pelas necessidades internas da luta.” (Trotsky )

      Não condenaste as fanfics da extrema esquerda.

      http://www.guerrapolitica.me/2016/06/e-mais-uma-fanfic-de-esquerda-foi-longe.html

      https://oreacionarioblog.wordpress.com/2016/04/06/a-irresponsabilidade-e-crueldade-das-autoras-das-fanfics-feministas/

      https://oreacionarioblog.wordpress.com/2016/08/02/o-jornal-extra-publicou-uma-fanfic-de-esquerda-jornalismo/

      https://oreacionarioblog.wordpress.com/2016/04/29/vanessa-grazziotin-e-a-farsa-do-ovo/

      https://oreacionarioblog.wordpress.com/2016/02/23/5-farsas-da-esquerda-que-ainda-sao-vistas-como-verdade/

      Até agora não me respondeu sobre esses trechos cheios de preconceito, estereótipos e medo e do Manifesto comunista de Marx.

      “1. Expropriação da propriedade fundiária e emprego da renda fundiária para despesas estatais.”

      2. Pesado imposto progressivo.”

      Onde vi isso? A sim, na URSS, no Camboja do pol pot, e na China de mao tse tung. E o resultado é genocídios.

      “3. Abolição do direito de herança.”

      Agora a pessoa não pode mais dar a herança para quem ama? Tem que dar para uma meia dúzia de carrascos e tiranos que nunca produziram riqueza?

      “4. Confisco da propriedade de todos os emigrantes e insurrecionados.”

      E você apoia isso não é?

      “5. Centralização do crédito nas mãos do Estado através de um banco nacional com capital estatal e monopólio exclusivo.”

      Então você quer que os carrascos ditadores carniceiros usurpem o dinheiro do povo? Pois é isso que o 5 quer.

      “As acusações contra o comunismo levantadas de pontos de vista religiosos, filosóficos e ideológicos em geral, não merecem discussão mais minuciosa.”

      Leia se: é proibido questionar a crença marxista.

      “Será necessária uma percepção profunda para entender que, com as relações de vida dos homens, com os seus relacionamentos sociais, com a sua existência social, também se modificam as suas representações, as suas concepções e os seus conceitos, em uma palavra, também a sua consciência?”

      mimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimi é só embromação para que não responder as refutações ao marxismo.

      “Que outra coisa prova a história das idéias senão que a produção intelectual se reconfigura com a produção material? As idéias dominantes de uma época foram sempre tão-somente as idéias da classe dominante.”

      mais ad hominem. E outra embromação daquelas para não responder as refutações.”

      Não me respondeu até agora sobre isso abaixo

      “Um estudo da ONU sobre Cuba, de 1958. “Cuba possui uma enorme vantagem em sua integração nacional — em comparação aos outros países da América Latina — por causa de sua enorme e homogênea base de imigrantes espanhóis brancos. A pequena população negra de Cuba também é culturalmente integrada. Aqueles modos de produção feudal que existem no resto da América Latina não existem em Cuba. O camponês cubano não se parece com o camponês do resto da América Latina, que está preso à terra, é tradicionalista e se opõe às inovações que o levariam a uma economia de mercado. O camponês cubano, em todos os aspectos, é um homem moderno. Ele possui um nível educacional e uma familiaridade com métodos modernos que não é vista no resto da América Latina”

      Foram médicos cubanos que realizaram a primeira anestesia com éter em terras latino-americanas em 1847, e identificaram o agente transmissor da febre amarela em 1881 e inauguraram a pioneira máquina de raio-X da América Latina em 1907.

      O economista tcheco Radoslav Selucky visitou Cuba e sabe o que ele disse? “Pensávamos que Cuba fosse um país subdesenvolvido que tivesse apenas algumas refinarias de açúcar!”, escreveu quando voltou a Praga. “Mas não! Quase 25% da força de trabalho de Cuba estava empregada na indústria, onde os salários eram iguais aos salários pagos nos EUA!”

      Cuba tinha o oitavo maior salário do mundo.

      Na década de 50, os estivadores cubanos ganhavam mais por hora do que seus equivalentes em Nova Orleans e em São Francisco. Cuba já havia estabelecido a jornada de 8 horas diárias em 1933

      Cuba era o país que mais gastava com educação pública em toda a América Latina, eram 23% do orçamento.

      E antes dos Castro tinha mais americano em Cuba que Cubano nos EUA.

      E a maior quantidade de calorias ingeridas por habitante na America latina era em Cuba com quase 3000.

      Cuba tinha uma renda per capita maior do que metade dos países da Europa, a menor taxa de inflação do Ocidente, uma classe média maior que a da Suíça, um enorme fluxo de imigrantes e cujos trabalhadores desfrutavam a oitava maior taxa salarial do mundo.

      Relatório da UNESCO, sobre Cuba, em 1957: “Uma característica da estrutura social de Cuba é sua grande classe média”, começa o relatório. “Os trabalhadores cubanos são mais sindicalizados (proporcionalmente à sua população) do que os trabalhadores americanos. O salário médio para uma jornada de 8 horas diárias em Cuba em 1957 é maior do que para os trabalhadores da Bélgica, Dinamarca, França e Alemanha. A mão-de-obra cubana recebe 66,6% da renda interna bruta. Nos EUA, esse valor é de 70% e na Suíça, 64%. 44% dos cubanos são atendidos pela legislação social, uma porcentagem maior que a dos EUA.”

      Em 1958, Cuba tinha uma renda per capita maior que a da Áustria e do Japão.”

      Mauro Iasi disse na UFRJ que fuzilaria opositores, Vagner Freitas disse que pegaria em armas contra o povo brasileiro, Isa Penna do PSOL disse que sonha com um mundo em que não exista mais oposição e você betoquintas é contra ou a favor disso?

      “De início, isto naturalmente só pode acontecer por meio de intervenções despóticas no direito de propriedade e nas relações de produção burguesas”

      Olha só um verdadeiro discurso de preconceito, medo e estereótipos. É a velha tática do “xingue os do que sou”.

      Li no livro Moral e revolução. E nesse livro sim tem preconceito e estereótipos.

      “O moralista ainda insiste: Isto significa então ave, na luta de classes contra o capitalismo, são permissíveis todos os meios? A mentira, a falsificação, a traição, o assassínio, etc?

      Respondemos: são admissíveis e obrigatórios apenas os meios que aumentam a coesão do proletariado”

      Mesmo que para isso se precise mentir e ser desonesto?

      , “inflamam sua consciência com um ódio inextinguível para com toda forma de opressão,”

      Ódio? Qual opressão? Ele não da nome aos bois.

      “ensinam-lhe a desprezar a moral oficial e seus arautos democráticas,”

      Leia se: ser inimigo do povo e do bom senso pois eles sabem que sendo honestos não teriam força e seriam apenas uma seita pequena.

      “dão-lhe plena consciência de sua missão histórica e aumentam sua coragem e sua abnegação.”

      Leia se: ser submisso e fanático a tal ponto que nunca possa se questionar isso.

      “Donde se conclui, afinal, que nem todos os meios são válidos.”

      Leia se: apenas os meios que forem empecilho a agenda marxista não são válidos.

  9. #12: “Ela não conseguiu ainda provar que boicote é igual a censura.”
    O MBL ainda não provou que foi boicote, nem provou as razões [estéticas, artísticas, éticas, filosóficas e técnicas] pelas quais ele “boicotou” a exposição.

    • Estás tentando inverter o ônus da prova seu safado? Seu mentiroso, o mbl provou sim que foi boicote, aliás. O MBL só ajudou a expor isso. O Próprio povo que resolveu cancelar as contas do santander.

      Seu safado, cadê o uso do estado para fechar a exposição? Cadê as leis? Cadê o decreto governamental ou estatal? A não tem?

      E quando era com Sinara Polycarpo? Quando excluíram o Danilo Gentili respondendo a Maria do Rosário aí não era censura?

  10. #11: “Porém, não há semelhança alguma nos exemplos citados por ela, nos quais ocorreu censura em vez de apenas boicote da sociedade civil organizada.”
    Dissimulação. Boicote é você emitir uma opinião racional e lógica pedindo para seus concidadãos a não ir, não comprar, não colaborar. Quando uma parcela da população se organiza para fechar uma exposição, tirando o direito do público de escolher, se valendo de medo, ignorância, preconceito e estereótipos, isso se chama censura.

    • Como é que a população fechou isso se o próprio santander foi que disse que fechou? Me diga então qual a força estatal utilizada para fechar isso? Como foi usado o estado para fechar isso? Cadê o decreto estatal usado para fechar isso? Cadê as ordens de autoridades estatais para fechar isso?

    • Você cospe nas verdadeiras vítimas de medo, ignorância, preconceito e estereótipos ao alegar que pessoas democráticas e de bem anti carrascas e que não apoiam ditaduras que cospem nos direitos humanos ao chamar de medo, ignorância, preconceito e estereótipos tudo o que se opõe a você.

      Então o que você tem se chama preconceito e estereótipos? O Santander se chama “parcela da população”. Está tentando transformar opositores em cidadãos de segunda classe como fez hitler na Alemanha com os judeus? Cadê a ordem estatal para a tal da censura a isto? Cadê o decreto estatal censurando isso? Prova isso.

      Medo? Vocês da extrema esquerda anti democrática tem pós doutorado em medo. Vide os discursos da extrema esquerda chamando opositores liberais de fascistas quando o fascismo é completamente antiliberal, as campanhas do medo de lula em 2006, da dilma em 2010 e 2014. Qual o tal preconceito do MBL? Desmascarar ultraesquerdistas? Expor ultraesquerdistas?

      Aliás, se houve censura, então cadê o uso do estado para fechar isso?

    • Vocês da extrema esquerda marxista anti democrática tem pós doutorado no assunto medo, ignorância, preconceito e estereótipos; vide marx quando adulterou o discurso abaixo.

      “Em dez anos a partir de 1842 a 1852, inclusive, o rendimento tributável do país, da forma como podemos calculá-lo, aumentou 6 por cento, mas em oito anos, a partir de 1853 a 1861, o rendimento do país voltou a aumentar a partir da base tomada por 20 por cento.
      Isso é um fato muito singular e marcante e que nos parece incrível.”
      ……
      Esse, Excelentíssimo Senhor, é o estado do progresso no que diz respeito à evolução geral de acumulação, mas, por um, devo dizer que eu deveria olhar com algum grau de dor, e com muita apreensão, sobre este extraordinário e quase intoxicante crescimento, se isto fosse a minha convicção de que se limita à classe de pessoas que podem ser descritos como em circunstâncias favoráveis.
      Os números que citei dão pouco ou nenhum conhecimento da condição de quem não paga imposto de renda, ou, em outras palavras, suficientemente informação para a taxa geral verdadeira, eles não dão informação suficiente das condições da população trabalhadora, ou do aumento de seus rendimentos.
      Indiretamente, na verdade, o simples aumento do capital é da maior vantagem para a classe trabalhadora, pois esse aumento torna mais barato o preço da mercadoria que, em todo o negócio de produção entrar em concorrência direta com o trabalho.
      Mas, além disso, temos um maior benefício mais direto, que pode ser afirmado com segurança, foram atribuídas à massa da população do país.
      É motivo de profunda e incalculável consolo para refletir, enquanto os ricos têm ficado mais ricos, os pobres se tornaram menos pobres.
      Eu presumo que não irão determinar se o intervalo de largura que separa os extremos de riqueza e de pobreza é mais ou menos ampla do que tem sido, em tempos antigos.
      Mas se olharmos para a condição média do operário britânico, quer camponesa, ou mineiro, ou operatório, ou artesão, constatamos a partir de variadas e incontestáveis provas de que, durante os últimos vinte anos tem acontecido uma melhoria ao seu meio de subsistência e como podemos verificar isto nunca existiu na história de qualquer país em qualquer época, e isto, Senhor, é o resultado das causas que descrevi, sobre a qual é impossível olhar sem animados sentimentos de satisfação.”

      E a adulteração feita por marx:

      “Deslumbrados com o “progresso da Nação” as estatísticas dançam diante de seus olhos, o Chanceler do Tesouro exclama em selvagem êxtase:”

      “De 1842 a 1852, o rendimento tributável do país aumentou 6 por cento, nos oito anos de 1853 a 1861, tem aumentado em relação ao ano base tomada em 1853, 20 por cento!
      O fato é tão espantoso que é quase inacreditável! …
      Este inebriante aumento da riqueza e poder,”,
      acrescenta o Sr. Gladstone,
      “está inteiramente confinado às classes de propriedade.”

  11. #10: “A mentira de Paula Sperb é tão grotesca que se ela tivesse investigado o MBL saberia que um de seus coordenadores já usou o rótulo “direita transante”. Dificilmente encontraríamos ali alguém que se incomodaria com obras de Modigliani.”

    Tegiversação do MBL, querendo desviar do rebote do tiro que deram. Basta ler a “critica especializada” emitida pelo MBL dizendo os “motivos” de seu protesto.

  12. #9: “A polícia foi chamada e as telas mais evidentes, escondidas”.

    Não foi chamada a polícia agora. Logo, ela usou uma falsa comparação.”

    O que o MBL queria? Atentado a bomba? Ignoraram que foi necessário a presença de policiais na manifestação posterior, contra e a favor da exposição?

    • Não sente vergonha de retirar o texto de contexto? Por que não colocou completo? Safado. Não sente vergonha de ser tão desonesto e usar a chamada ausência deliberada de senso de proporções? É a mesma coisa uma lei que obrigue a mulher a liberar o brioco e uma lei que obrigue os casais a fazerem declarações mútuas?

      http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2012/05/1090176-exposicao-no-masp-reune-telas-desenhos-e-esculturas-de-modigliani.shtml

      Segundo o jornal FOLHA DE SÃO PAULO de quinze de maio de 2012 15 de maio de 2012 15/05/2012, a exposição de Amedeo Modigliani foi fechada pela polícia. e esse ponto de que falas seu safado, mostra claramente que em uma a polícia foi que fechou, já no do queermuseu não foi sequer fechada pela polícia mas pelo santander.

  13. #8: “Aqui ela mente sobre o que significa autoritarismo, que não tem nada a ver com posturas de rejeição a arte. Alguém pode nem sequer discutir um tipo de arte por não gostar do estilo, ou do modo como a arte é feita.”
    Rejeição não é a melhor forma de descrever a ação do MBL. Sobretudo quando levamos em conta o conteúdo das “criticas” expressas por eles. Não é uma consideração artística, técnica, filosófica ou racional. Simplesmente despejaram todo tipo de preconceito, ignorância e estereótipos, unicamente com o intento de gerar a fúria das Senhoras de Santana.

    • Não sente vergonha de fazer ressignificações desonestas das palavras preconceito, ignorância e estereótipos, ao ressignificar preconceito, ignorância, e estereotipos como tudo aquilo o que eu discordar?

      Queres ver exemplo de preconceito, ignorância, e estereótipos? Mauro Iasi na UFRJ incitando genocídios, marcos bagno apoiando fuzilamentos, isa penna sonhando com um mundo em que não exista mais oposição (como na Coreia do Norte), ou incitar falsas guerras de classes, jogar ovos no Dória, praticar genocídios por motivos políticos, chamar liberais de fascistas quando o fascismo é anti liberal, seus líderes apoiando a mentira, benedita da silva falando em sangue, chamar Pelotas de “exportadora de viados”, enfim.

    • Você cospe nas verdadeiras vítimas de preconceito e estereótipos ao chamar um simples boicote de preconceito e estereótipos. Aliás, e quando dizem que todo homem é “estuprador em potencial”? Mas isso vale não é?

    • Isso abaixo não é preconceito e estereótipos não é?

      “A lei, a moral, a religião são preconceitos burgueses, atrás dos quais se ocultam outros tantos interesses burgueses.” (Marx)
      “O comunismo, porém, abole as verdades eternas, abole a religião e a moral” (Marx)
      “A moral, é a impotência colocada em ação” (Marx)
      “Justo é o que favorece a Revolução e injusto é o que dificulta” (Lênin)
      “Subordinamos nossa ética à tarefa da luta de classes” (Lenin).
      “O melhor revolucionário é um jovem desprovido de toda moral” (Lênin)
      “É necessário saber adaptar-se a tudo, a todos os sacrifícios e até, se necessário for, usar vários estratagemas, enganos, procedimentos ilegais, usar o silêncio, a dissimulação da verdade para penetrar nos sindicatos, permanecer neles, desenvolver neles a qualquer custo o embrião comunista.” (Lênin)
      “Invocar em nossos dias as “verdades eternas” da moral significa tentar fazer retroceder o pensamento.” (Trotsky)
      “Quem não quiser voltar a Moisés, Cristo ou Maomé, nem satisfazer-se com um ecletismo arlequinesco, deve reconhecer que a moral é um produto do desenvolvimento social; que ela não tem nada de imutável; que serve aos interesses da sociedade; que esses interesses são contraditórios; que, mais que qualquer outra forma ideológica, a moral tem um caráter de classes.” (Trotsky)
      “Não existem, então, preceitos morais elementares elaborados pelo desenvolvimento da humanidade e indispensáveis à vida de qualquer coletividade? Existem, sem dúvida, mas sua eficácia é muito incerta e limitada. As normas “obrigatórias para todos” são tanto menos eficazes quanto mais áspera se torna a luta de classes. A guerra civil, forma culminante da luta de classes, suprime violentamente todos os laços morais entre as classes adversas.” (Trostky)
      “As normas morais “obrigatórias para todos” adquirem, dentro da realidade, um conteúdo de classe, isto é, um conteúdo antagonístico. A norma moral é tanto mais categórica quanto menos é “obrigatória para todos”. A solidariedade dos operários, especialmente nas greves ou por detrás das barricadas, é infinitamente mais “categórica” que a solidariedade humana em geral.” (Trostsky)
      “O fim (a democracia ou o socialismo) justifica, em certas circunstâncias, meios como a violência e o homicídio.” (Trotsky)
      “Do ponto de vista das “verdades eternas” a revolução é, naturalmente, “imoral”. Mas isso significa apenas que a moral idealista é contra-revolucionária, isto é, encontra-se a serviço dos exploradores.” (Trotsky)
      “O juízo moral está condicionado, como o juízo político, pelas necessidades internas da luta.” (Trotsky )

      http://www.guerrapolitica.me/2016/06/e-mais-uma-fanfic-de-esquerda-foi-longe.html

      https://oreacionarioblog.wordpress.com/2016/04/06/a-irresponsabilidade-e-crueldade-das-autoras-das-fanfics-feministas/

      https://oreacionarioblog.wordpress.com/2016/08/02/o-jornal-extra-publicou-uma-fanfic-de-esquerda-jornalismo/

      https://oreacionarioblog.wordpress.com/2016/04/29/vanessa-grazziotin-e-a-farsa-do-ovo/

      https://oreacionarioblog.wordpress.com/2016/02/23/5-farsas-da-esquerda-que-ainda-sao-vistas-como-verdade/

      E vem chamar os outros de preconceituosos? Deixa de preconceito seu safado.

      “1. Expropriação da propriedade fundiária e emprego da renda fundiária para despesas estatais.”

      2. Pesado imposto progressivo.”

      Onde vi isso? A sim, na URSS, no Camboja do pol pot, e na China de mao tse tung. E o resultado é genocídios.

      “3. Abolição do direito de herança.”

      Agora a pessoa não pode mais dar a herança para quem ama? Tem que dar para uma meia dúzia de carrascos e tiranos que nunca produziram riqueza?

      “4. Confisco da propriedade de todos os emigrantes e insurrecionados.”

      E você apoia isso não é?

      “5. Centralização do crédito nas mãos do Estado através de um banco nacional com capital estatal e monopólio exclusivo.”

      Então você quer que os carrascos ditadores carniceiros usurpem o dinheiro do povo? Pois é isso que o 5 quer.

      “As acusações contra o comunismo levantadas de pontos de vista religiosos, filosóficos e ideológicos em geral, não merecem discussão mais minuciosa.”

      Leia se: é proibido questionar a crença marxista.

      “Será necessária uma percepção profunda para entender que, com as relações de vida dos homens, com os seus relacionamentos sociais, com a sua existência social, também se modificam as suas representações, as suas concepções e os seus conceitos, em uma palavra, também a sua consciência?”

      mimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimi é só embromação para que não responder as refutações ao marxismo.

      “Que outra coisa prova a história das idéias senão que a produção intelectual se reconfigura com a produção material? As idéias dominantes de uma época foram sempre tão-somente as idéias da classe dominante.”

      mais ad hominem. E outra embromação daquelas para não responder as refutações.”

      Olha só um verdadeiro discurso de preconceito, medo e estereótipos. É a velha tática do “xingue os do que sou”.

      Li no livro Moral e revolução. E nesse livro sim tem preconceito e estereótipos.

      “O moralista ainda insiste: Isto significa então ave, na luta de classes contra o capitalismo, são permissíveis todos os meios? A mentira, a falsificação, a traição, o assassínio, etc?

      Respondemos: são admissíveis e obrigatórios apenas os meios que aumentam a coesão do proletariado”

      Mesmo que para isso se precise mentir e ser desonesto?

      , “inflamam sua consciência com um ódio inextinguível para com toda forma de opressão,”

      Ódio? Qual opressão? Ele não da nome aos bois.

      “ensinam-lhe a desprezar a moral oficial e seus arautos democráticas,”

      Leia se: ser inimigo do povo e do bom senso pois eles sabem que sendo honestos não teriam força e seriam apenas uma seita pequena.

      “dão-lhe plena consciência de sua missão histórica e aumentam sua coragem e sua abnegação.”

      Leia se: ser submisso e fanático a tal ponto que nunca possa se questionar isso.

      “Donde se conclui, afinal, que nem todos os meios são válidos.”

      Leia se: apenas os meios que forem empecilho a agenda marxista não são válidos.

    • Preconceituoso é quem fala “STALIN MATOU FOI POUCO”.

  14. #5 “Se os militantes do MBL comemoraram vitória nas redes, isso ainda não comprova a censura, a não ser que só atos de censura pudessem resultar em comemoração.”
    O intuito do MBL não foi o de boicote, mas o de censura. Usou diversas acusações sem fundamento com intenção clara de incendiar o conservadorismo católico brasileiro. As manifestações e protestos [que eles alavancaram] provocou o fechamento da exposição [que foi comemorada por todos os obscurantistas de sempre].

    • Ó o betoquintas cagão que se ferrou. Trasuzindo o comentário do betoquintas, é censura por que o betoquintas disse. Então é censura o que os ultra esquerdistas fizeram contra a dolce e gabana? Então o PT quer censura? Oras, o Santander que quis fechar as portas, seria censura se fosse feito pelo governo e pelo poder do governo. Mas não houve isso. E outra, se fosse contra maomé ou alá, ou contra um umbandista; vocês fariam até ataques terroristas. Aliás, e sobre a Sinara Polycarpo?

    • Você cospe nas verdadeiras vítimas de censura ao chamar isso de censura. Você é um safado seu canalha.

    • Cadê o uso do estado para fechar a exposição? Cadê as leis? Cadê o decreto governamental ou estatal? A não tem?

      A e se os alvos do escárnio fossem umbandista ou com alá e maomé vocês apoiariam era ataques terroristas não é? Além do mais e sobre o Ahmadnejad? E sobre mandar dialogar com estado islâmico? Vocês mesmo se calam quando é países muçulmanos os cheios de preconceito. Se fosse censura, vocês estariam era elogiando e apoiando, seu safado sem vergonha.

    • Obscurantistas são vocês da extrema esquerda antidemocrática que apoiam ditaduras que cospem em direitos humanos, obscurantistas são vocês que trazem devastação e miséria por onde passam, obscurantistas são vocês da extrema esquerda com seus GULAGS, obscurantistas são vocês da extrema esquerda que apoiam maduro na Venezuela, obscurantistas são vocês que tem as mãos encharcadas de sangue, obscurantistas são vocês com sua moral retirada do esgoto, obscurantistas são vocês da extrema esquerda que apoiam lideres que vivem como sultões e nababos ao passo que o povo governado pelos lideres que vivem como sultões e nababos fica na mais absoluta miséria, obscurantistas são vocês que mataram Santiago Andrade.

    • Obscurantistas são os que picham “STALIN MATOU FOI POUCO”.

  15. Os moderninhos caquéticos estão atrás do tempo perdido e querendo fazer de conta que envelheceram só por fora!!!

  16. Para a esquerdalha, tudo o que vai contra seu pensamento está errado, é censura, nazismo, fascismo… Finalmente os que pensam diferente dessa corja acordaram e começam a se organizar e se manifestar. A esquedalha não funcionou e não funciona em lugar nenhum do mundo.
    Lembro de um lunático dizendo que quem pensa diferente deles, mesmo que seja uma bom cidadão, tem que ser levado ao paredão e ser fuzilado. Estilo Fidel, Tchê, Lênin, Maduro…

  17. Porque será que os moderninhos coroas caquéticos estão afavor dessa merda de exposição ????

  18. MBL quer polêmica, não sabe pra onde vai. Parece tronco de madeira no rio, pra onde a correnteza levar ele vai. Esta totalmente enganado.

    • enganado é o seu maldito relativismo. queria ver se fizessem uma gravura da sua filha ou sua mãe com um macaco ou qualquer outro animal enfiando a genitália na no cu. mas você deve ser chegado nessas coisas. e foda-se o mbl.

    • Edson Luis Tomoda

      Porque? Fizeram uma gravura da sua filha ou da sua mãe com um macaco atolado?

    • Luiz Sena, pare de se projetar nos outros! Quem vai com a correnteza é os esquerdopatas que não sabem nem por que estão em um protesto!

  19. Não quero o meu país dominado por vermelhos, e muito menos por esse autoritários ditadores donos da verdade do MBL que Deus nos livre de vcs dois são as mesmas coisas só de cor diferente! Comunista e mbl o Brasil seria muito melhor sem vcs

    • Thomas te explica. Se não conseguie escrever, desenha porque ficou complicado entender o que tu quer dizer. A esquerda idiota e a mídia corrompida e mal intencionada precisam entender o que acontece no Brasil vem do povo comum. São as pessoas simples como o João sem sobrenome ou o Pedro sem grife que fazem a pressão nas redes sociais e nas ruas e assim movem os políticos e empresários a tomarem medidas. O Santander perdeu milhares de correntistas e por isso suspendeu imediatamente a exposição e vai devolver o dinheiro da Lei Rouanet. Os movimentos de direita como o MBL apenas embarcaram no Marketing. Mais discernimento por favor…

  20. A Midia do “Fake News” tem que sofrer amplo BOICOTE…!!! Será que nelas, “focas jornalistas” são treinados através de escolas complementares, defensoras do Foro de SP? A “revista veja” com posturas como esta, está enterrando-se com mais pás e pás de cal!!!

  21. Faço boicote à veja, globo e folha (todos em minúsculas pela baixíssima estatura moral e de credibilidade) há um bom tempo: comecei com a folha em 2010 pelo petismo escancarado de seus editores e articulistas. Depois foi a rede globo pelo mesmo motivo e também pela baixaria de suas novelas e programas glamourizando favelas e bandidos e, por último, a veja após a demissão sumária de Joice Hasselman e posse de Petry na redação.
    Para mim e minha família, fim de linha para esses três veículos de comunicação.
    Sem leitores e telespectadores e, consequentemente, sem anunciantes, fechariam as portas.
    Portanto, boicote é tomada de posição individual e de foro íntimo para não ser agredido moralmente por notícias, artigos, programas com os quais se discorda frontalmente .
    E o boicote à exposição que afronta valores da maioria da sociedade brasileira é legítimo e jamais configurou censura, uma vez que não foi proibida por agentes do Estado – aliás, o Estado só tomou conhecimento da exposição após a celeuma e, ao analisar o conteúdo, deu seu parecer técnico de que realmente era inadequado para crianças.
    Fim de conversa com essa gente estupida que habita redações e estúdios de TV!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *