Home / Notícia / Nota / URGENTE: Militante agride assessor de Fernando Holiday na Câmara de SP

URGENTE: Militante agride assessor de Fernando Holiday na Câmara de SP

Após audiência pública da Comissão Extraordinária Permanente de Direitos Humanos, tratando de alterações na política de Assistência Social na Cidade de São Paulo, um militante de extrema-esquerda, presente no evento, foi flagrado por um assessor parlamentar cuspindo na porta do gabinete de Holiday. A informação foi publicada na página do vereador no Facebook.

O gesto odioso se deu logo depois de Holiday ter discursado na audiência, ao assistir um show de intolerância da militância raivosa. Veja vídeo:

Ao pedir explicações, o assessor do coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL) levou uma cabeçada do indivíduo, que ato contínuo desceu as escadas. Posteriormente identificado e detido pela Guarda Civil Metropolitana (GCM), o sujeito ainda não identificado deve, a qualquer momento, ser conduzido à delegacia, onde será denunciado por agressão e ameaça, conforme relatado pela vítima. Veja publicação feita há minutos:

Não é a primeira vez que a extrema-esquerda age para tentar intimidar o mandato de Fernando Holiday. Localizada no centro de São Paulo e com pouca segurança, a vulnerabilidade da Câmara já foi exposta em outra ocasião, quando o gabinete do vereador foi invadido e assessores foram ameaçados, em episódio que acabou da mesma forma: na delegacia.

Em breve mais informações.

 

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Homem tenta fugir de assaltantes e é baleado pelas costas no Rio de Janeiro

Em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, um homem de 51 anos foi morto ao tentar …

4 comentários

  1. Felipe Esperanto

    E a agressão da camarilha demotucana em derrubar prédio com gente dentro, sucatear condições de trabalho da assistência social, tacar água em pessoas no frio, botar a guarda civil pra bater geral, gastar com propaganda e economizar com a cidade de fato, não rola ser dita não?

    Os assédios do Holiday a professores não foram agressivos?

    Indignação seletiva. Luta de classes é isso aí, ela existe, quem nega é a direita.

  2. Nao entendi. Se a pessoa sequer foi identificada, como se pode afirmar que se trata de um militante de extrema esquerda? Historia esquisita…

  3. Além de preto eh viado essa porra..não nos representa neguinho vagabundo. Tá aí por mera ocasião do destino

  4. Conforme diz Joice Haselman, vamos colocar esses militontos nos seus devidos lugares, na cadeia, para recepcionar a chegada do burro-mor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *