Home / Notícia / Nota / Votação da denúncia contra Temer deve ficar para agosto

Votação da denúncia contra Temer deve ficar para agosto

Preocupado com a necessidade de assegurar a presença de, pelo menos, 342 deputados na Câmara para votar a denúncia contra o presidente Michel Temer, o governo federal mudou a estratégia política e decidiu deixar para agosto – depois do recesso Legislativo que inicia na terça-feira (18) – a votação do relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no plenário principal da Casa.

Darcísio Perondi (PMDB-RS), relatou nesta manhã os bastidores do encontro desta quarta-feira (12) entre líderes governistas e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). Os aliados mais próximos de Temer foram à residência oficial do deputado do DEM para tentar convencê-lo a permitir que a sessão que analisará o parecer da CCJ seja aberta com 257 deputados em plenário.

“Isso não tá fechado [votar na sexta-feira], mas é possível ficar para a agosto”. [Se não for votado no plenário na sexta-feira], aí vai ser na primeira semana de agosto”, afirmou Perondi em entrevista no plenário da CCJ.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Gleisi diz que Lula “vai ganhar eleição preso”… então porque esperneiam tanto?

Em mais um ridículo discurso no Senado, Gleisi Hoffmann afirmou que a Globo (sempre ela) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *