Home / Notícia / Polícias Civil e Federal dizem ter encontrado digitais nas balas que mataram Marielle

Polícias Civil e Federal dizem ter encontrado digitais nas balas que mataram Marielle

Segundo O Globo, as Polícias Civil e Federal afirmaram ter encontrado digitais parciais nas na munição usada para matar a vereadora Marielle Franco, do PSOL, e seu motorista Anderson Gomes. O crime ocorreu em 14 de março e esta é a primeira pista considerável do caso.

Elas foram encontradas em cápsulas achadas por peritos na esquina das ruas João Paulo I e Joaquim Palhares, no Rio, onde aconteceu o atentado à vereadora e ao motorista. Segundo os peritos, como as digitais estão “fragmentadas”, não podem ser comparadas num primeiro momento com as armazenadas no banco de dados da polícia.

Agentes que atuam no caso, porém, disseram ao jornal carioca que é possível confrontá-las com as de um eventual suspeito.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Historiador apela ao bizarro e sugere leis para dificultar saída de jovens craques do país

Enquanto muitos discutem se a torcida “está ou não ligada na seleção” – que estreou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *