Home / Notícia / Presidente de Associação de Caminhoneiros diz que motoristas que querem voltar para casa são ameaçados por “intervencionistas”

Presidente de Associação de Caminhoneiros diz que motoristas que querem voltar para casa são ameaçados por “intervencionistas”

Segundo o presidente da Associação Brasileira do Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, depois de terem as reivindicações atendidas pelo governo, os caminhoneiros querem voltar ao trabalho, mas estão sendo impedidos por “intervencionistas”.

“Não é o caminhoneiro mais que está fazendo greve. Tem um grupo muito forte de intervencionistas aí e eu vi isso aqui em Brasília, e eles estão prendendo caminhão em tudo que é lugar”, declarou. “São pessoas que querem derrubar o governo. Não tenho nada a ver com essas pessoas nem os nossos caminhoneiros autônomos têm. Mas estão sendo usados para isso”, afirmou.

Segundo ele, o pacote de medidas anunciado pelo governo para atender às reivindicações dos caminhoneiros “resolveu o problema da categoria tranquilamente”.

“O pessoal quer voltar a trabalhar, mas eles têm medo porque estão sendo ameaçados de forma violenta”, afirmou. “Isso está pegando em todo lugar”, declarou.

O que ele chama de “intervencionistas”, na realidade, provavelmente são membros de sindicatos petistas que têm interesse em gerar mais caos para atender suas agendas próprias, o que consiste até mesmo na volta do PT ao poder.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

PT quer fazer “controle social” do Judiciário

Fernando Haddad segue sua jornada de entrevistas como dublê de coordenador de programa de governo …

Um comentário

  1. 1) Certo. Agora os caminhoneiros bloqueadores de estradas e rodovias é que são as “vítimas”.
    Depois do desabastecimento generalizado de combustíveis, alimentos, remédios, gêneros de primeira necessidade e outros produtos; depois de infernizarem a vida da população; e depois dos bilhões de reais perdidos em vários setores sociais, econômicos e financeiros, os angelicais caminhoneiros dizem que não queriam derrubar o presidente Temer para instituir um governo militar.
    Tem de ser muito, muito ingênuo para acreditar na narrativa do chefão dos caminhoneiros.
    2) Quando o chefão diz “intervencionistas”, ele se refere àqueles caminhoneiros bolsonaristas que defendem a intervenção militar?
    O PT e as esquerdas não tentariam infiltrar-se no meio dos caminhoneiros, porque não é a praia deles. Para os vermelhos infernizarem o Brasil existem sindicatos de professores, metalúrgicos, petroleiros, auditores fiscais da Receita, funcionários do INSS, policiais federais, juízes federais e outras centenas de seitas sindicais que seguem o deus Lulão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *