Home / Notícia / Presos da Lava Jato no Rio reclamam de ratos e baratas nas celas

Presos da Lava Jato no Rio reclamam de ratos e baratas nas celas

Presos de Bangu 8, o presídio oficial da Lava Jato no Rio, reclamam da presença de baratas, piolhos e ratos nas celas, publica a Folha.

Os advogados do empresário Arthur Pinheiro Machado e do ex-secretário nacional do PT Marcelo Sereno, presos na Operação Rizoma, reclamaram com o juiz Marcelo Bretas sobre as condições do local.

“O investigado [Machado] relatou que a unidade encontra-se em graves condições de insalubridade, infestada por insetos variados e ratos, que transitam em abundância entre os detentos.”

Rodrigo Roca, advogado de Sérgio Cabral, disse que “o lugar é um safari de parasitas” e que a sala de advogados está repleta de casas de marimbondos.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Acredite se quiser: agora Dilma diz que não quebrou a Petrobras

Dilma Rousseff negou que tenha quebrado a Petrobras. Ela disse, segundo a Folha de S. …

Um comentário

  1. Ratos e Baratas têm mais direito à sobrevivência… E se não estiver de acordo, pegue sabão, vassoura e rodo, e limpe, seu VAGABUNDO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *