Home / Notícia / Raquel Dodge mostra que Favreto foi além do “erro”: foi conduta deliberada

Raquel Dodge mostra que Favreto foi além do “erro”: foi conduta deliberada

Raquel Dodge concorda com os petistas: Rogério Favreto não cometeu “um erro judiciário”.

O plantonista, diz a procuradora-geral da República no pedido de investigação dele, teve “uma conduta deliberada para conceder liberdade a réu que estava cumprindo pena em regime fechado após ter sua condenação confirmada em segunda instância e o início da execução da pena ter sido determinado pelo TRF4 e confirmado pelo STJ e pelo STF”.

Todo o episódio levou Raquel a crer que, de fato, não se tratou de “um mero erro”, mas, sim, de “infrações disciplinares”.

A informação é do site O Antagonista.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Eliana Calmon diz que Justiça do Trabalho foi aparelhada pelo PT

Eliana Calmon conhece o Judiciário como poucos, e, dentre estes, é a única a se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *