Home / Notícia / Rock in Rio 2013 e 2015 custaram R$ 13,69 milhões aos brasileiros via Lei Rouanet

Rock in Rio 2013 e 2015 custaram R$ 13,69 milhões aos brasileiros via Lei Rouanet

Em mais um exemplo de como a Lei Rouanet foi “bem utilizada” nos últimos anos, as edições 2013 e 2015 do Rock in Rio custaram aos pagadores de impostos brasileiros R$ 13,69 milhões. Foram R$ 9,65 milhões destinados à edição 2013 do evento e R$ 4,04 milhões destinados à edição 2015. Com a má repercussão gerada pelo uso da Lei Rouanet nos eventos anteriores, a edição 2017 optou por não captar recursos por meio da lei e está sendo realizada normalmente.

Merece destaque o fato de que, em ambas as edições, o principal patrocinador foi a estatal Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, popularmente conhecida como “Correios”. Em 2013, a estatal foi responsável por R$ 3 milhões dos R$ 9,65 milhões captados pelo festival (31%); em 2015, outros R$ 2,04 milhões (51% do total) foram destinados pela estatal ao evento.

A Lei Rouanet permite que empresas destinem o dinheiro dos pagadores de impostos – aqueles que efetivamente pagaram pelos produtos e serviços – para projetos escolhidos a dedo pelo governo. De acordo com dados do Ministério da Cultura, mais de 14 bilhões de reais dos pagadores de impostos foram destinados aos projetos escolhidos pelo governo desde que a lei foi criada.

A informação é do Instituto Liberal de São Paulo.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

PT quer fazer “controle social” do Judiciário

Fernando Haddad segue sua jornada de entrevistas como dublê de coordenador de programa de governo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *