Home / Notícia / Senador partidário de Marina Silva, Randolfe Rodrigues," quer barrar CPI da JBS e livrar a cara de Janot

Senador partidário de Marina Silva, Randolfe Rodrigues," quer barrar CPI da JBS e livrar a cara de Janot

Randolfo Rodrigues, senador pela Rede, protocolou no Supremo Tribunal Federal, nesta quarta-feira, 20, um mandado de segurança pedindo a suspensão dos trabalhos da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito, CPMI, que investiga os frigoríferos da JBS.

Ele alega que foram apresentados pros senadores e deputados requerimentos e convites de procuradores da República, entre eles Rodrigo Janot, com objetivo de constrangê-los a prestar depoimentos sobre atos de ofício que são protegidos constitucionalmente. Além de reclamar que o pedido de criação da comissão atribui a prerrogativa de investigação apenas à Justiça e ao Ministério Público.

“O periculum in mora repousa no risco de que inúmeros requerimentos dirigidos a membros do Ministério Público sejam aprovados pela CPMI em comento, inclusive do ex-procurador-geral da República [Rodrigo Janot], para que sejam constrangidos ilegalmente a prestar depoimento sobre atos de ofício, exercidos sob o manto constitucional protetivo da independência funcional”, diz trecho do documento.

Randolfe Rodrigues afirma ainda que a CPMI foi criada para tentar desmoralizar a Lava Jato:”A CPMI jamais desejou investigar a fundo os contratos criminosos da JBS, já que isso complicaria ainda mais a vida de integrantes deste combalido governo [Temer]”.

As informações são do G1 Política.

 

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

PT quer fazer “controle social” do Judiciário

Fernando Haddad segue sua jornada de entrevistas como dublê de coordenador de programa de governo …

Um comentário

  1. Toda suspeita precisa ser investigada e ninguém deve estar acima da Lei. Porquê poupar “A” ou “B”?
    Isso gera outra suspeita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *