Home / Notícia / VÍDEO: Bandidos abordam motoqueiro para roubá-lo e atiram nele mesmo sem reação

VÍDEO: Bandidos abordam motoqueiro para roubá-lo e atiram nele mesmo sem reação

No Rio de Janeiro, nesta terça-feira, o analista de sistemas e professor de artes marciais Luiz Carlos, que pilotava sua moto na avenida Marechal Rondon, zona norte da cidade, foi abordado por dois criminosos que lhe apontaram uma arma bem no meio da rua. Eles queriam roubar sua moto.

A ação toda foi filmada graças a uma câmera embutida no capacete de Luiz Carlos. No vídeo, dá para ver que ele parou a moto quando os bandidos do abordaram e não esboçou qualquer reação. Mesmo assim, levou um tiro na perna – que não se sabe se foi intencionalmente mirado na perna ou se o bandido quis matá-lo. Veja:

“O rapaz que estava com a arma, ele pegou, me deu duas coronhadas, mas eu estava com o capacete, bateu no capacete, então não machucou. Ele puxou a moto, jogou a moto, botou a moto no chão e, de graça, o cara chega e atira na minha perna”, contou a vítima, de 57 anos, que já teve alta do hospital.

“Percebi duas pessoas na moto pedindo pra eu encostar. Mas, naquele momento, eu não tinha entendido direito e só encostei depois que eles puxaram a arma e apontaram dizendo que iam me matar. Aí eu parei a moto, mas eu não consegui parar ela na posição que eles pediram porque eles pediram para eu parar a moto, botar o descanso e deixar ela ligada para eles irem embora. Mas, como eu parei muito próximo ao meio-fio, eles pegaram e eu não consegui botar o descanso, e daí começou a ação toda”, narrou.

O caso foi registrado na 25 ªDP. Segundo os investigadores, os criminosos são maiores de idade e do complexo do São João. Policiais da delegacia e da UPP local estão na comunidade fazendo buscas para prender os bandidos.

De acordo com a mulher da vítima, o homem não precisou de cirurgia. “Ele fez raio-x, fez os exames. Conversei pouco com ele, mas ele está bem. Teve um pouco de estresse, está no susto, porque ninguém quer passar por isso. Ele estava tendo muito cuidado para não jogar a moto, para eles não ficarem com raiva”, disse.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

No atual mandato, Congresso já consumiu mais de R$ 820 milhões com despesas de parlamentares

Propaganda do mandato, passagens aéreas, combustíveis, aluguel de escritório, de carro e de avião, combustíveis …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *