Home / Opinião / Fux e Lewandowski lideram os gastos com a farra das passagens no STF

Fux e Lewandowski lideram os gastos com a farra das passagens no STF

Nos primeiros sete meses do ano, oito dos onze ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) gastaram, juntos, 151.442 reais com a emissão de passagens aéreas – cerca de 22.000 reais por mês. Os campeões, de longe, foram os ministros Luiz Fux e Ricardo Lewandowski, que já gastaram, respectivamente, 29.714,65 reais e 26.900,72 reais até julho.

Os três que não emitiram nenhuma passagem ao longo do ano foram a presidente do tribunal, Cármen Lúcia, o decano Celso de Mello e Marco Aurélio Mello. Como chefe do Poder Judiciário, a ministra tem direito ao uso de avião oficial da Força Aérea Brasileira (FAB) para seus deslocamentos.

Os valores gastos por Fux e Lewandowski são 58,9% e 41,5%, respectivamente, mais altos que a média dos colegas da Corte que utilizaram os bilhetes – 18.695,00 reais. Depois deles, quem mais gastou com passagens aéreas foram Edson Fachin e Gilmar Mendes, com 19.941,09 reais e 19.445,29 reais. Todos estão dentro da chamada “cota anual”, que é de 50.402,82 reais por ministro.

Ao todo, somando ministros e servidores de diversas áreas, a Corte acumulou um gasto total de 491 mil reais até julho – cerca de 70 mil mensais. Em nota, o Supremo informou que “o estabelecimento de uma cota anual visa reduzir as despesas do tribunal”. “Enquanto estiverem no território nacional, os ministros estão em serviço, independentemente de estarem em viagem oficial ou se retornaram para as suas residências localizadas fora do Distrito Federal. Com a tecnologia, eles estão aptos a proferir decisões de qualquer lugar do Brasil”, completa.

Para viagens internacionais, o motivo da viagem deve ser considerado missão internacional de interesse do STF e o ministro indicado como seu representante. De acordo com a assessoria do STF, nenhuma viagem do tipo ocorreu desde a posse da ministra Cármen Lúcia na presidência do Supremo, em setembro de 2016.

A informação é da Veja.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Há um Brasil doente que apoia tortura e perseguição a opositores, Sakamoto faz parte dele

por Roger Scar O blogueiro petista Leonardo Sakamoto, que escreve para o UOL, batizou um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *