Home / Opinião / Ideia Legislativa para extinguir Lei Rouanet atinge 10 mil apoiadores em apenas um dia

Ideia Legislativa para extinguir Lei Rouanet atinge 10 mil apoiadores em apenas um dia

Em apenas um dia, a Ideia Legislativa inserida no site do Senado Federal que visa revogar a Lei 8.313/1991 (“Lei Rouanet”) atingiu a marca de 10 mil apoiadores. Caso o número de apoiadores alcance 20 mil, a ideia se transforma em Sugestão Legislativa no Senado Federal e passa a ser analisada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), ao menos em teoria.

Segundo dados do Ministério da Cultura, mais de 14 bilhões de reais dos pagadores de impostos foram destinados aos projetos escolhidos pelo governo desde que a lei foi criada. Para apoiar a Ideia Legislativa, basta acessar esse link e confirmar o apoio.

Sobre RedatorJornalivre

Leia também

Há um Brasil doente que apoia tortura e perseguição a opositores, Sakamoto faz parte dele

por Roger Scar O blogueiro petista Leonardo Sakamoto, que escreve para o UOL, batizou um …

15 comentários

  1. Já assinei, chega de torrar nosso dinheiro com pedofilia, zoofilia e comunismo

  2. ESSA LEI FOI CRIADA E USADA PARA OBTER APOIO DE GENTE FAMOSA A POLÍTICOS CRIMINOSOS

  3. Eu vejo artistas da globo enchendo o rabo de dinheiro, enquanto faltam creches para as crianças, falta um teto para o trabalhador. É injusto ver Claudia Leite, Chico Buarque, Caetano Veloso, Maria Betânia, Gilberto Gil e Luan Santana que só anda de jatinho, fazendo farra com o dinheiro do povo brasileiro.

  4. 30.970 apoios
    🙂

    • Fernando Gomes Pessoa

      TEM QUE ATENDER A SERVIÇOS SOCIAL. PÁRA ARTISTAS NADA
      PARA UMA EMPRESA FINANCIAR
      UM TRABALHO SÉRIO SOCIAL TEM
      QUE TER BALANÇO AUDITADO. PARECE ATÉ QUE UMA EMPRESA
      NÃO TEM GENTE CAPAZ DE ANÁLISE.

  5. A lei Rouanet, não é cruel, trabalho com Cultura, e sei como são difíceis as coisas nesse pais, desde educação, pesquisa, saúde, segurança para um povo desenvolvido, tenho certeza q a lei Rouanet foi a única lei q não deixou a cultura ir embora, Acho sim q temos q ter mais controle, mais nao devemos extingui-la…

  6. Essa Lei não está sendo bem usada pois quem realmente precisa, está fora, portanto mais justo que seja extinta.

  7. Eduardo Fernandes Quadra

    O modo como ela é aplicada hoje é a uma verdadeira apologia à “Farra do Boi” com o dinheiro público. Deve ser totalmente revisada… ou devidamente detonada, para que de fato vicejem, autenticas, arte e cultura populares!

  8. Quando leio comentários como o seu penso que realmente falta educação, cultura e principalmente informação sobre o que está falando antes de proferir uma opinião sem nenhum conhecimento de causa! A Lei Rouanet é o que movimenta a cultura do Brasil, dos bilhões movimentados, infelizmente como em todos os setores do Brasil, provavelmente alguns milhões foram desviados, mas daí a extinguir a Lei que é o único apoio substancial a cultura do país já me parece opinião de gente tapada! Vamos sim xringuir tambem o imposto de renda? Porque não? Já que é mais fácil extinguir a Lei do que investigar e punir os corruptos. Informe-se!!!

  9. Ana Maria Benedetti Mabilia

    Apoio!

  10. Já recebeu 25284 apoios.

  11. Quando olho para a cara desses apoiadores de lei rouanet, penso nas pessoas que sofrem nos hospitais, na péssima qualidade da Educação, na péssima qualidade das estradas e rodovias; e vejo o quão são sádicos que roubam dinheiro do povo brasileiro da forma mais fascista possível.

    • E isso mesmo Davi tb to indignado com essa situação onde os vagabundos se aproveita dessa brecha pra ganhar fácil e sem dizer que os ingressos são caros.
      O Brasilta assim só querem mama….

  12. A seleção dos projetos não é feitas pelos governos; trata-se de algo complexo que envolve Pareceristas definidos por edital público e a CNIC. Um trabalho jornalístico decente faria uma pesquisa mínima sobre o mecanismo antes de disseminar informações dúbias, enviesadas e incompletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *